Com a vitória garantida Serra começa a pensar no ministério

Ministério de Serra

Como a vitória agora é questão de dias, é hora de começarmos a analisar o futuro ministério de salvação nacional do governo Serra. Alguns nomes já estão certos, outros ainda são dúvidas. É importante que cada um de nós dê sua opinião sobre eles ou indique substitutos. Vamos conhecê-los:

Relações Exteriores: Fernando Henrique Cardoso;

Defesa: Nelson Jobim;

Justiça: Gilmar Mendes;

Banco Central: Salvatore Cacciola

Comunicações: Ali Kamel;

Saúde: Cacá Rosset;

Economia: (Serra está em dúvidas entre Sardenberg e Leitão)

Segundo sugestões dos homens bons que frequentam este sítio noticioso, poderemos ter também as seguintes pessoas nos ministérios indicados:

Minas e Energia: David Zylbersteyn

Pró-Álcool: Lucia Hipolitro.

Cultura: Arnaldo Jabor

O IBGE será gerido pelo Datafolha.

Trabalho: Chiquinho Scarpa

Turismo: Maitê Proença

Ministério do Acarajé: Cira de Itapuã

Ministério da Juventude: Soninha

Instituto Federal de Reeducação Social Henning Boilesen: Jair Bosolnaro

Previdência Social: Georgina de Freitas

Igualdade Racial: Demétrio Magnoli

Reforma Agrária e Agricultura Familiar: Kátia Abreu

Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres: Rogéria

Articulação Política: Índio da Costa

Esportes: Ricardo Teixeira

A chefia da Casa Civil ficará com a Condoleesa Rice, pois é assunto muito sério pra ser tratado por brasileiros.

O Instituto Rio Branco passará a se chamar Ronald Reagan Institute.

Diário Oficial será substituído pela Folha de São Paulo.

————————————————————————————————–

As demais pastas analisaremos a medida que formos sabendo os nomes dos indicados.

Facebook Comments
Compartilhar

194 comentários sobre “Com a vitória garantida Serra começa a pensar no ministério

  1. E o Ministério da Segurança pública? com Fleury é claro!!
    Ministério da Educação com a família Civita.
    Ministério de minas e energia com Eike Batista.

  2. Amabilíssimo mestre.

    Respeito o seu blog , mas é de uma enorme ingenuidade da sua parte achar que nosso líder viril precise de ministros para gerir essa pátria. Tem nome melhor para a Fazenda, Saude, educação, comércio, agricultura, energia, defesa e etc que o próprio Serra?
    É necessário enxugar a máquina pública, reduzir esse Estado Chavista do PT.

  3. Apoio a lembrança do Não-parente Fogaça, conforme sua sugestão acima,

    o nosso Playmobil Baiano, o Herdeiro de Amaralina, o Que-ia-dar-porrada-no-Lula, o Marquês de Mini Acarajé não pode ser esquecido!

    Pelo bem aventurado Toninho Malvadeza, rainha das baianas do Bonfim! (Dizem que era, ou ficou)

  4. É indizível a alegria que nos envolve com a iminente vitória e penso que o noe de Kamel também pode ser considerado para a pasta da igualdade racial, pois é um estudioso e pesquisador profundo do tema! om Serra até final, homens bons!

  5. Enquanto vocês ficam por aqui botando os búsios por sobre o ministério do preparado, eu fico me instruindo no blogue do rey. Ali sim há cultura, ali os comentaristas chamam aos outros de povo, eles sim, são seres superiores. e alguns concordam com o Pélé (o Povo não sabe votar). Lá no Reinaldrómedro, só dá divindadades, ao contrário desta pobreza aqui, onde tem gente que vai para fila votar no dia três. Que tristeza alguns pensam até ser ministros do Zé rabo-de-cavalo para levarem algum numa obra superfaturada. Dá pena ver esta gentinha sem nome nem sobrenome que precisa de ministérios e outras curriolas para se suntentar. Lá no blogue do Rey todo o mundo é bem nascido e dono da verdade, náo dicordam em nada do que fala o chefe porque O CHEFE TEM SEMPRE RAZÃO, e não usa BIC usa MONT BLANC.

  6. Seu Hariovaldo,

    Como? Ricardo Teixeira?

    E o candidatíssímo Juca Kfouri, que tantos serviços prestou ao Serra no episódio do factóide da namorada agredida?

  7. Tem um bom rapaz da UDN que eu considero excelente nome para a Casa Civil. Assim como D. José, ele também se curou do esquerdismo atroz, se não me falha a memória seu nome é Lacerda.

    1. A turma da Búlgara Escarlate e do apedeuta-petralha-leni-marxista-molusco-de-nove-unhas-com-superpênis só faz coisas na calada da noite. Não é como o Dom José, o Belo Catoteiro, que começa a sua agenda às 16 horas, pois necessita de um bom sono reparador para exercer suas funções de presidente nato.

  8. Prezado mestre Hariovaldo Almeida Prado

    Se bem que perreferria eu mesmo estarrr mandando, considerro que o Oberstgruppenfuhrer Serra esta perreparraddo parra governarrr nosso patria. Porrisso fico tarranquilo em saberrr que a garrande nacon barrasileira ficarra nas mons desse meu seguidorrr, unico capaz de restaurrar o poderr e a forroca dos homens borrons de nosso garrande nacon.
    Heil Serra

  9. Agora entendo a tristeza profunda que abate meu querido Merdal, seu valor não está sendo reconhecido. Tanta luta… Oh Deus! Aqueles olhinhos, cada vez mais arregalados, me cortam o coração!

  10. Ilustríssimo baluarte da sabedoria

    Abaixo, minha modesta sugestão para o ministério de Dom José, o Belo Catoteiro.

    RELAÇÃO DOS MINISTROS
    Acarajé – Vampeta (um baiano nato de Nazaré das Farinhas)
    Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Kátia Abreu (ela merece esse pepino)
    Casa Civil – Newton Cruz (nada como um homem de bem nesta posição; em 2011 será mudado o nome para Casa Militar)
    Cidades – Aécio Neves (já que ele será um senador por Minas Gerais – mas vive na Cidade Maravilhosa –, acredito que ele pode aspirar esse ministério)
    Ciência e Tecnologia – Sérgio Guerra (ele tem ciência da tecnologia que utilizou para guindar Dom José ao lugar que ele sempre tinha de estar)
    Comunicações – Ali Kamel (seu nome diz tudo; não é necessário mais explicações)
    Cultura – Diogo Mainard (um baluarte que merece estar na Academia Brasileira de Letras)
    Defesa – Nelson Jobim (nosso homem!)
    Desenvolvimento Agrário – Ronaldo Caiado (um deputado envolvido com a causa)
    Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior –
    Desenvolvimento Social e Combate à Fome – Demóstenes Torres auxiliado por José Roberto Arruda (Demóstenes sabe como ninguém engordar e o Arruda fará vasta distribuição de panetones)
    Educação – Arnaldo Jabor (mais educado que ele, não existe)
    Esportes – J. Hawilla (dono da Traffic, sabe tudo…)
    Fazenda – FHC (ele estará sempre em sua fazenda no interior de São Paulo)
    Igualdade Racial – Olavo de Carvalho (ele sabe cuidar da tradição, da família e da igualdade)
    Integração Nacional – Marcola (ele tem ramificações em todo o Brasil)
    Justiça – Doutora Sandra Cureau (esse nome não precisa de explicação)
    Juventude – Soninha (a intrépida ciclista é nossa “foverer young”)
    Meio Ambiente – Regina Duarte (ela sempre cria um clima, quer dizer, um ambiente bom)
    Minas e Energia – Índio da Costa (segundo o próprio Dom José, Índio tem várias minas e, pra dosar a energia, ele precisa ser mais discreto)
    Planejamento, Orçamento e Gestão – Jorge Bornhausen (depois de uma eleição sangrenta, nada como um homem para planejar os anseios da classe A, que tem horror a pobre)
    Previdência Social –
    Relações Exteriores – Ex-Gabeira (desde o tempo que era apenas Gabeira, Fernando gosta de ter relações no interior, quer dizer, exteriores)
    Saúde – Médico particular do Dom José
    Trabalho e Emprego – Gilmar Mendes (vai acabar com o desemprego de Francisco Ferreira Mendes Junior, seu irmãozinho, e de sua família em Diamantino e região)
    Transportes – Paulo Viera de Souza (o ex-diretor do Dersa, sabe os caminhos do transporte e das empreiteiras, sabe também comprar braceletes de ouro por uma pechincha e os descaminhos do caixa 2)
    Turismo – Maitê Proença (depois de sua viagem e matéria em Portugal, podemos confiar este ministério a ela)
    Porta-voz da República – William Bonner

    Ex-Banco do Brasil – Luiz Carlos Trabuco Cappi (depois de comprado pelo Bradesco, Trabuco se torna presidente do ex-BB)
    Ex-CEF – Pedro Moreira Salles (depois de comprado pelo Itaú Unibanco, Moreira Salles torna-se presidente da ex-CEF)
    Petrobras – Ike Batista (o homem mais rico do Brasil, comprará essa empresa deficitária e mudará o nome da empresa pra Petrobrax – a letra “x” dá sorte a seus negócio)
    Ex-BNDES – Daniel Dantas (depois de ser privatizado ou extinto, estará em boas mãos)
    IBGE – Octavio Frias
    Diário Oficial – O Globo (mudará de nome para DO)
    Semanário Oficial – Veja (a revista (da) marginal merece essa láurea)
    Blog Oficial – UOL
    Grupo de elite para ideias geniais: Augusto Nunes, Fernando Rodrigues, Eliane Cantanhêde, Joelmir Betting, Josias de Souza, HARIOVALDO DE ALMEIDA PRADO, Lauro Jardim, Marcelo Madureira, Merval Pereira, Miriam Leitão, Reinaldo Azevedo e Tia Carmela.

    -- Pelo priorado de São Serapião, Mártir de Alexandria e Líder Mercedário;

    -- Pelo venerável Negrinho do Pastoreio, patrono dos bugres desorientados e das birutas de aeroporto;

    -- Pelos homens bons que só praticam o bem!

    Heil, Hari!

    Anauê!

    1. Devido à pressa, esqueci desses dois ministérios

      Previdência Social – Geraldo Alckmin (por causa de sua derrota ao governo de São Paulo, o “amigo” Dom José arruma uma vaguinha pra ele no ministério.

      Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – Mário Amato (ex-presidente da Fiesp)

  11. Nomeadorzíssimo Professor:

    Data vênia, tomo empenho em reapresentar à vossa consideração os nomes que sugeri em novembro de 2010:

    Minha conspiração continua de vento em popa. Caso a guerrilheira “Estela” vença, tomaremos o poder no dia seguinte à eleição. A senha será a “Ode a Costa e Silva” que o Otavinho publicará na 1a página de seu jornal.

    O governo, por ora, está composto assim:

    Presidente: José Chirico Serra.
    Eminência Parda: Eu.
    Ministério da Economia: Miriam Leitão.
    Ministério da Cultura: Arnaldo Jabor.
    Ministério da Reforma Agrária: Kátia Abreu.
    Ministério da Justiça: Gilmar Mendes
    Ministério da Porrada: Arthur Virgílio.
    Ministério dos Direitos Humanos: Jair Bolsonaro.
    Ministério da Tolerância Contra a Discriminação: Afanásio Jazadji
    Ministério da Criança e Juventude: Alexander Nardoni
    Ministério dos Transportes: Yeda Crusius
    Ministério das Comunicações: Reinaldo Azevedo.
    Diretor do Banco Central: Daniel Dantas.

    Sugestões dos homens bons serão consideradas. Petistas engraçadinhos serão tratados a choque no esfíncter.

  12. Sapientíssimo líder deste areópago.

    Confundi-me. A data na eletropostagem anterior é 11/2009.

    Gostaria ainda de reafirmar que Vossa Arguteza poderá requerer qualquer cargo que desejar, exceto o meu.

    Gostaria igualmen´ppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppp

    1. Desculpa gentem. O general acabou de adormecer sobre o teclado. Agora deu de adormecer em qualquer lugar e a qualquer hora.
      Vou colocar seu pijama e colocá-lo na cama.

      O general está muito abatido, gentem. Já não me espanca com a mesma força de outrora. E tem me desprezado muito.

      Antigamente, tinha muito ciúmes de mim. Quando surpreendia o cabo Moiosso ou o Sargento Batestaca surrando-me, ralhava com eles e me levava a seus aposentos para me amarrar e me bater sozinho. Só ele.

      nhemhshnifffnnnhsniff…

      Desculpe chorar, gentem. Mas me emociono ao lembrar dos velhos tempos.

      Alguns dizem que ele está saindo com o Coronel Coturno. E que o Coronel o satisfaz plenamente e que isso e que aquilo…

      E depois de tantos anos de dedicação submissa, eu perguto -- mereço isso, gentem? EU MEREÇO ISSO?

      O-dei-o, O-DEI-O esse sirigaito do Coronel Coturno!

  13. Sapientíssimo Mestre Hari,

    O “green time” indicado por Vossência é deveras magnífico, capaz de governar, com maestria, não somente o Brazil, mas a humanidade toda, quiçá a galáxia. No entanto, considerando que a marca registrada no nosso Presidente já eleito é conversar e ouvir a todos, creio que ele considerará algumas sábias indicações aqui postadas, notadamente do Rey Cabeção para o “Ministério da Humidificação Oval” -cujo nome poderá variar para “Ministério do Manipulação da Bolsa Escrotal”-(magnífica nobres AAA e TSF -- O ótimo)e do Lenhador de Bonsai para o “Ministério do Desenvolvimento Humano” (meus respeitos Sr. Carlos Augusto).

    De minha parte, humildemente ouso sugerir os nomes da Dra. CUreau para o “Ministério Mela Pleitos” e de D. Her Bornhauseas, o pai, para o “Ministério da Limpeza Racial”! Alvíssaras, sua benção!

      1. Chifre? Chiiifre?

        Chifre sou eu quem levo, amiguinha. Saiba que sou ordenança do General Cornutto muuuuito antes de você, tááá?

        Quando você ainda corria peladinha pelo sertão da Paraíba EU já me submetia (ui!) ao General. Quem você acha que colocou esse meu apelido, heeein?

        Quando me dirigia a seu aposento à noite, ele ouvia meus passos e já vinha chamando -“Vem meu coturninho noturno”. Era uma época em que nem tinha silver-tape, lindinha. Ele ainda me amarrava com esparadrapo e eu tinha que fazer uma força enorme (para não me soltar -- ri ri ri …).

        E saiba que não somos os únicos serviçais do General, tááá? Ele pode ter quem quiser, pois tem o MAIOR ARMAMENTO DE GROSSO CALIBRE do II-Regimento, tááá?

        E pára de me atazanar, se não vou aí e arranco seus cabelos, enxerida!

      2. Sirigaita metida! Exibida! Você dá nojo, andando pelo quartel com esses óculos ray-ban.

        Vou jogar ácido na sua cara! Quero ver andar pelo quartel toda desfigurada -- há, há, há …

        O General nunca mais vai querer olhar prá você.

  14. Gentem! Estava fuçando o computador do general, procurando correspondências entre ele e o sirigaito do Coronel Cotuninho.

    Achei esse texto que postei aí embaixo. Gentem, o General quer me indicar para um cargo!

    Eu acho que ele, lá no fundo, ainda gosta de mim. Se lá, as vezes acho que sou uma apaixonada que está se enganando…

    Há, ia esquecendo, o texto do General:

    “Se os petralhas esquerdopatas sabotarem as eleições presidenciais, isto é, se Serra não ganhar, eu fecho o congresso, prendo e arrebento essa comunistaiada toda!

    Mas não vou tocar na Grande Imprensa e no STF, já que sou um democrata. Por enquanto, meu governo da minha democradura está assim:

    EXECUTIVO

    Presidente: José Chirico Serra, “O Resoluto”.
    Eminência Parda: Professor Hariovaldo Almeida Prado,
    (Ou qualquer outro cargo que deseje).
    Casa Civil: General Albernaz Ulstra Cornutto Soturno (Eu).
    Porta-Voz e
    Porta-Porrada: Arthur Virgílio.
    Serviçal: O Pequeno Neumane.

    MINISTÉRIOS

    Economia: Miriam Leitão.
    Planejamento: Carlos Alberto Sardenberg.
    Cultura: Arnaldo Jabor.
    Reforma Agrária: Kátia Abreu.
    Justiça: Gilmar Mendes
    Direitos Humanos: Jair Bolsonaro.
    Tolerância e Contra
    A Discriminação: Afanásio Jazadji.
    Comunicações: Josias de Souza.
    Censura: Reinaldo Azevedo.
    Saúde: Eliane Cantanhede.
    Trabalho: Boris Casoy
    Prevenção ao
    Alcoolismo: Lucia Hippolito
    Agricultura: Ronaldo Caiado
    Jazz: Ricardo Noblat.
    Transportes Aéreos: Tasso Jereissati.
    Transporte por Vans: Otavinho.
    Esportes: Heráclito Fortes.
    Regeneração Capilar: Álvaro Dias.

    PRESIDÊNCIAS, DIRETORIAS E CHEFIAS

    Diretor do Banco Central: Daniel Dantas.
    Presidente da Petrobrax: Fernando Henrique Cardoso, “O Farol do Ocidente”.
    Furnas: Geraldo Ackimin.
    Segurança Pública: General Albernaz Ulstra Cornutto Soturno (Eu).
    Relações Institucionais e outras: Soninha.
    Relações Exteriores: Olavo de Carvalho.

    Vamos ver se assim passa, né, professor Hari. Eu é que não quero criar problemas judiciais para o douto e erudito prof.

  15. Professor,

    Tá tudo muito bom, tá muito bem…!!!
    Fiquem atentos que o PIG não gasta uma linha sequer, no caso dos jornais, e nenhum segundo sequer, no caso da tv, além de outros meios, para esclarecer aos eleitores que no dia das aleições será OBRIGATÓRIO, apresentar, além do próprio título de eleitor, um documento com foto, o que poderá alijar milhões de eleitores e comprometer todo o processo. Essa camapnha tem que ser feita pela blogosfera com muita intensidade e diuturnamente. Essa situação criada pelo TSE tem o claro propósito de afastar milhões, repito, MILHÕES, de eleitores das urnas e por conseguinte conduzir o resultado para um eventual segundo turno. É muito bom discutir nossos intereses nesses espaços democráticos, PORÉM, não nos esqueçamos que não se brinca com o PIG “et caterva”. Portanto, campanha de esclarecimento, JÁ!!!!!!!!

  16. Gostaria de escusar-me com o Mágister Nóbilis Hariovaldo e com a comunidade deste areópago.

    Ocorre que são 2 horas da madrugada e o Coronel Coturninho Noturno me ligou chorando e cobrando, aos berros, que vou indicar o neumane para um cargo, enquanto ele, que se dedicou tantos anos à mim e à causa do anti-comunismo, foi esquecido.

    Gostaria então de indicar o Coronel Coturninho para o cargo de Ministro do Controle e Repressão à Blogosfera.

    Confrades, vocês não sabem as agruras que tenho passado. Um liga chorando, o outro diz que vai se jogar pela janela e se matar.

    Rezo à noite para São Serapião livrar-me dessa sina.

  17. Meu caro, faltou mencionar o dono da pasta do “Jenial” Ministério da Segurança!
    Esse será exercido pelo querido Marcola. Vide sua profunda contribuição para o fim dos problemas de violência no Estado de SP em 2006.
    Sob o som de sua voz, os bandidos ficaram com medo e acabaram com a baderna.

  18. MESTRE! UNSER FUHRER ja nao da mais valor as ideias iluministas europeias…pq Mestre? “SERRA” que de repente ele decidiu abandonar as diretrizes e conselhos dos discipulos de Sao Serapiao, Santo Escriva de Balaguer, Sao Paquito Sin un cojone Paulino Franco y Bahamonde e, todos os homens bons que moldaram a nossa PATRIA MADRE CIVILIZADA no ultramar? PQ MESTRE toda essa traicao contra as ideias do VIEUX CONTINENT em beneficio de tudo que existe de GROTESQUE au nouveau monde?
    Mestre e todos os confreres de l’ordre OPUS DEI! o nosso Lider e todo o nosso movimento,ja com a vitoria garantida, corre o risco de perder o escrutinio de outubro… argh! ROT OKTOBER!.
    O poder da operacao ROT Condor lulodilmista e incalculavel mon cher Maitre. Agentes Chavistas-lulodilmistas secretamente SE INFILTRARAM e organizaram a derrota eleitoral do nosso Grande Irmao Colombiano SANTOS, e agora, abertamente, com a ajuda do Partido Vermelho yanque, ja aqui estao para desestabilizar a nossa JA GARANTIDA VITORIA.
    PS. Mestre, um irmao Serapiano me informou, de que a identificacao dos agentes vermelhos e muito facil; pois o seu chefe de operacoes para a AL e um SCHWARZ BRUDER de nome RAVI SINGH(quelle horreur!)…repasse essas valiosas informacoes para o nosso FUHRER Mestre.
    ————————-
    ‘Made in USA’: los asesores gringos en la campaña de Santos

    Jack Leslie (arriba) llevó a Virgilio Barco a la Presidencia con el reencauche del ‘trapo rojo’. James Carville (centro) fue el cerebro detrás de la campaña presidencia del Bill Clinton en 1992. Ravi Singh (abajo) es el gurú de Internet. Su empresa ‘Election Mall’ ha revolucionado las campañas presidenciales en línea.Detrás de la victoria de primera vuelta de Juan Manuel Santos no solamente estuvo J.J. Rendón, en quien todos los medios tenían puesto el reflector; también estuvieron un grupo de asesores gringos de los que mucho se habla pero poco se sabe.

    Se trata de Jack Leslie, James Carville y Ravi Singh.

    La campaña maneja el asunto con hermetismo, quizá para evitar una polémica similar a la que estalló cuando se supo que J.J. Rendón trabajaba para Santos sin visa de trabajo.

    Aunque en la campaña de Santos dieron versiones distintas y contradictorias respecto del verdadero rol que juegan – unos dijeron que eran clave y otros que Carville sólo se encargaba de las encuestas –, ellos habrían sido quienes insistieron en hacer una campaña más cercana a la gente, con un candidato más afable y menos a la defensiva.

    A pesar de lo positivo de este cambio -- Santos empezó a verse más conciliador y amable -, los gringos también habrían sido quienes le propusieron al candidato que usara el color naranja y se alejara de la ‘marca’ Uribe y el sello de La U.

    Sin embargo, la asesoría de ellos, junto con la estrategia definida por J.J. Rendón de retomar la sombrilla de La U, de regionalizar la campaña con mensajes publicitarios específicos para cada departamento y crear una mayor asociación entre Santos y Uribe, fue definitivo en la remontada. A eso se añadió la llegada de Roberto Prieto a la gerencia y la reestructuración interna.

    Las campañas en Estados Unidos no dan un paso sin una encuesta, una medición o un grupo focalizado con el que previamente se haya evaluado un eslogan, un discurso o un comercial.

    Datos como el que el ateísmo de un candidato impacta de manera negativa en los colombianos, es la clase de información que se explota en las campañas de Estados Unidos una vez se obtiene ese dato en las encuestas internas.

    Varios elementos de la campaña de Santos han sido importados de afuera. En los debate finales antes de la primera vuelta, la campaña promovía el plan de comer crispetas con los amigos y le daba a los seguidores una guía para ver el debate (y para hacer crispetas), e invitaba a discutir preguntas como “¿Qué candidato se expresa con mayor fluidez?”; “¿En cuanto a seguridad, quién tiene la mejor propuesta”; “De 1 a 10, qué calificación le das a Juan Manuel Santos?”.

    En las regiones, los coordinadores locales tienen unas directrices exactas sobre cómo deben hacerse los refrigerios – el peso del pan, la cantidad de jamón y queso, el tamaño de la caja y el tipo de bebida –. Por otro lado, la campaña propuso llamar al candidato por su nombre, y subrayó eslóganes de manera reiterada – como “más trabajo” – e hizo énfasis en que Santos nunca había sido elegido a un cargo público sino que había sido un mero servidor público. Y por último están los ‘call-centers’ que usa la campaña, para contactar a posibles votantes y enviar mensajes personalizados sobre el candidato.

    Jack Leslie“Juan Manuel Santos no da un paso sin él”, dijo a La Silla Vacía una fuente cercana a la campaña. Jack Leslie no sólo es asesor del candidato de La U, sino también su amigo.

    Leslie es el director de la firma de consultoría política Weber Shandwick, una de las más importantes de Estados Unidos. Por sus manos han pasado candidatos como el senador Edward Kennedy, y ha sido asesor en crisis como el ataque al World Trade Center en 1993, y a las Torres Gemelas en 2001.

    No es la primera vez que Leslie trabaja para una campaña en Colombia. Fue el estratega de cabecera de la campaña de Virgilio Barco Vargas en 1986, y uno de sus asesores más cercanos durante el gobierno. Cuando nadie daba un peso por su candidatura, Leslie le recomendó avivar el trapo rojo, hablarle a los liberales, y así logró llegar a la Casa de Nariño el poco carismático padre de la actual embajadora en Washington Carolina Barco.

    Después, Leslie asesoró a Barco sobre cómo mejorar la imagen de Colombia en Estados Unidos, percibida entonces como una democracia al servicio del Cartel de Medellín. Con encuestas en mano, el norteamericano le insistía al entonces Presidente que antes de todo había que cambiar la opinión de los estadounidenses sobre Colombia.

    “No puedes ignorar esos números, no puedes simplemente mostrar lo que se está haciendo en Colombia contra los carteles de la droga. Sería visto como propaganda. No va a funcionar. Tienes que considerar lo que piensa la opinión pública sobre esto. Eres visto como un villano. Primero tenemos que mostrarte como víctima. Después como héroe. Después como líder”, le dijo Leslie a Barco en una ocasión, según el diario Los Angeles Times.

    James CarvilleJames Carville es un hombre orquesta. Ha sido comentarista político y deportivo, actor, litigante y – principalmente – consultor y estratega de campañas electorales en varios países del mundo. Quienes lo conocen dicen que es un excéntrico, que habla a toda velocidad y combina groserías e insultos con ideas brillantes. Aunque desde hace unos años no está en el centro de la política gringa, recientemente, con ocasión del derrame de petróleo en la Costa de México, criticó ácidamente al presidente Barack Obama, a pesar de ser demócrata y de apoyarlo después que salió elegido.

    Según algunas fuentes de la campaña de Juan Manuel Santos, Carville es un asesor que se dedica únicamente a hacer encuestas, analizarlas y después remitir recomendaciones por escrito (“asesor tipo memo”, dicen). Agrega la fuente que fue en esas encuestas internas donde se reflejó la ventaja que le llevaba Santos a Mockus días antes de la primera vuelta. Pero, afirmó, no tiene ningún papel central de estrategia ni toma las decisiones.

    Otras fuentes cercanas a la campaña dicen lo contrario: que el papel de Carville es más importante. Que, de hecho, se ha reunido varias veces en Bogotá con la plana mayor – con Santos abordo – donde en términos muy duros los recriminó por el carácter antipático y duro que mostraba públicamente el candidato (reunión que se llevó a cabo de principio a fin en inglés). En una de las reuniones, Carville – que siempre viste de jeans y tenis – se quitó los pantalones, quedó en pantaloneta y salió a correr un rato. La discusión siguió sin él. Cuando regresó se sentó, tomó la palabra y dio su opinión.

    Carville es un asesor de primer nivel, por lo cual sus servicios pueden ser muy costosos – en millones de dólares se cuentan sus honorarios –. Aunque esto depende de qué tan involucrado esté con la campaña. “En Bolivia [donde asesoró al candidatura presidencial de Gonzalo Sánchez de Lozada] hizo muy poco del trabajo práctico o de la estrategia. Fue más que todo el personaje que llegó a la campaña para inspirar al equipo, pero fueron los otros quienes hicieron el trabajo pesado”, contó a La Silla Vacía Rachel Boynton, una periodista norteamericana que hizo un documental sobre él.

    El director de la ‘Sala de Guerra’

    James Carville fue el director de la campaña presidencial que llevó a Bill Clinton a la presidencia de Estados Unidos, en 1992. Carville inventó la ‘Sala de Guerra’, un lugar donde todo la información sobre el candidato – absolutamente toda – se controlaba. Un numeroso grupo de personas monitoreaban los medios nacionales, los cables extranjeros, los rumores de la competencia. Todo.

    El libro ‘Carrera por la Presidencia’, de Peter Goldman y Thomas M. De Frank, describe el funcionamiento de la ‘Sala de Guerra’:

    “Bajo la bandera de batalla, la ‘Sala de Guerra’ tuvo bastante éxito en capturar la agenda de la campaña en otoño. Los integrantes del equipo rastraeaban todas las palabras y las pausas de Bush [padre], y rebuscaban cualquier material que hubiera para refutarlo.

    (…) Ninguna acusación se debía dejar sin contestar, ningún ataque sin rechazar, ningún reclamo sin cuestionar. Para el otoño, tal y como reclamaba la otra parte, no se podía leer una sola historia favorable sobre la campaña de Bush sin encontrar a George Stephanopoulos [uno de los consejeros de Clinton] en alguna parte entre el tercero, cuarto o quinto párrafo diciendo que eso no era así”.

    Carville es una persona irascible, temperamental. “¡Corran, no caminen!” o “Voy a explotar en cualquier momento”, eran algunos de los alaridos que – según el libro – le daba a su equipo en la contienda del 92.

    Otra anécdota más del libro de Goldman y De Frank ilustra su personalidad: “‘Voy a estar irritado todo el día’, dijo en otra ocasión, cuando alguien le propuso que tuvieran más reuniones con el equipo de trabajo. ‘Este no es un trabajo para los débiles de corazón, ¿sabes? Estás hablando de que hablemos más. Yo estoy hablando de que pensemos más. No soy tu mamá. No soy tu papá. No puedo pensar por ti todo el día'”.

    El hito de la campaña de Clinton fue meter en la agenda electoral el problema de la economía. “¡Es la economía, estúpido!” (It’s the economy, stupid), fue la frase que acuñó y que terminó por desequilibrar la balanza a favor de los demócratas. Carville estuvo detrás de esa consigna, y pegó la frase en el ‘War Room’ e insistía una y otra vez que nadie podía olvidarlo ni por un instante.

    Carville también fue uno de los que aconsejó a Hillary Clinton no lanzarse a la presidencia en 2004, cuando George W. Bush se jugaba su reelección. También fue muy crítico del equipo de la campaña de Hillary en 2008 y, cuando Obama ganó, fue uno de los que le dijo a ella que no tenía otra posibilidad que aceptarle el ofrecimiento de ser Secretaria de Estado. “Una vez te lo han ofrecido, estás jodido”, le dijo.

    Ravi SinghOtro de los ‘gringos’ detrás de Santos es Ravi Signh, estadounidense de nacimiento y de ascendencia hindú con fama de trabajar sin parar, como Carville. Como él mismo lo reconoce en algunas charlas que ha dictado, es adicto al Redbull y puede pasar varios días trabajando con apenas un par de horas de sueño.

    Singh es conocido como el gurú de las campañas en Internet. Creó un programa llamado ‘Electionmall’, una plataforma de Internet para impulsar las campañas por ese medio y con el uso de las redes sociales. Singh es politólogo y tuvo un paso fugaz por la política. También ha asesorado campañas en varios países del mundo, como México y España.

    Desde 2009, se rumoraba que Singh asesoraba a Santos. De hecho, en una entrevista radial Julio Sánchez se lo preguntó. Fuentes allegadas a la campaña dicen que Singh comenzó a asesorar al candidato de La U cuando estaba en el Ministerio de Defensa, y que ahora se limita a vender su producto y ponerlo a funcionar.

    Otras fuentes indican que Singh tiene un papel más activo, y que está pendiente de todo lo que pasa en el centro de operaciones de Internet de la campaña, que cuenta con casi 80 personas. Por ejemplo, fue quien ideó el juego ‘Supersantos’, donde incluso él aparece. Singh no se sabe el nombre de las personas que trabajan con él y para identificarlas les pone alias relacionados con terminología militar. Sin embargo, Singh no toma decisiones de estrategia en la campaña.

    Singh, al igual que Carville estuvo en Bogotá en estos días, y aunque la campaña no lo confirma, posiblemente sigue en el país. En parte el hermetismo obedece a que muchas personas que trabajan con los ‘gringos’ habrían firmado acuerdos de confidencialidad que, de romperse, los obligaría a pagar una alta suma.

    Si, ahora que con el apoyo de Cambio Radical tiene a todos los partidos menos el Polo con él, Santos gana las elecciones su triunfo tendrá en parte el sello de ‘made in USA’.

  19. Caro Professor gostaria que voce mandasse ao Serra minha humilde sugestão, quanto a Secretaria Especial de Politicas para as Mulheres, que deem ao Bruno ex goleiro do Flamengo, pois acrescentaria uma pitada de esporte nessa politica

    1. Desculpe, ilustre e digna mulher companheira de luta na defesa das famílias de bem, mas esta vaga já está ocupada pela rubro negra por fora, azul e amarelo por dentro, qualificada em esportes e gestão de pessoas e recursos, a grande atleta Patrícia Amorim, que deu tantas alegrias e encheu de orgulho esta Pátria, com feitos e glórias num esporte digno das pessoas de bem. Chega desses moreninhos içados à condição de cidadãos pela mídia comunista, como mais uma tentativa de perpetuar a ditadura lulo-populista. Só uma pessoa de bem pode manter as hostes nos seus lugares, atrás de grades, alambrados e cordões policias nos acessos dos morros e favelas, estes criadouros de seguidores da petralha vermelha, comprando-os com sua bolsas e privilégios corporativistas e clientelistas.

      1. Peço mil perdões ao ilustre colega da mais alta estirpe, por confundí-lo com a amiga Vivi. Porém meu comentário é para você mesmo. Na luta, e pela vitória, por Deus, pela decência, com a proteção de São Serapião!

  20. Permita-me divergir Mestre Hari e fraternos irmãos Serapionicos.

    Nosso grande líder varonil jamais se deixará levar pela inércia inepta que conduz este país há 8 anos, sendo que na sua gestão não existiram mais Ministérios nem cargos públicos. Este ambiente fecundo para a cabidismo de empregos e incubadora de mão-de-obra nepotista será extinta na gestão de Serra, o Magnânimo.

    Tudo será terceirizado, a máquina do Estado acabará enfim. Teremos Consultorias Minesteriais no lugar dos Jurássicos Ministérios. Novos empreendedores (yuppies brasileiros -- saídos da USP, Mackenzie e FGV) com gravatas amarelas e gel nos cabelos darão os novos rumos a este país, sob a batuta do grande orquestrador.
    Podemos manter os nomes dos ilustres personagens lembrados por todos com sendo uma espécie de mentores intelectuais e patronos das Consultorias Minesteriais.

    A Esplanada dos Ministérios passará a ser chamada de Brasília Business Office e os prédios ministeriais serão espaços constantemente abertos para Eventos, Feiras e Balcão de Vendas de Projetos de Consultoria para os cidadãos.

    1. Matosalém tô com você. Gostei e senti firmeza nas proposta.
      O que devo fazer para participar de licitação do departamento de café expresso????
      Tenho contatos com uns Italianos do ramo. Podemos vencer facilmente a licitação. Os caras ganharam todas concorrências lá na Ucrânia.
      Se quiser podemos fazer uma sociedade, vejo que você é bem formado e um liberal convicto como eu.
      Abraço fraterno e aguardo um convite para um cafezinho.

      1. Claro Vivi, mas sem licitação vamos trazer uma empresa com comprovada capacidade em vários mercados com governança para extrair cafés expressos -- com e sem leite -- passando a gestão deste hábito brasileiro para mãos competentes e neoliberais. Aproveito para lembrar que acabaremos com a Bolsa do Café de Santos, pois tudo que lembra “Bolsa Alguma Coisa” não é bem vista pelo nosso Magnânimo 45.

  21. Que tal um ministério especial para exculhambar de vez com esse tal de PT. Acho que já existe algo parecido, tipo de uma articulação inter institucional.
    O ideal é uma comissão. Pode ser composta por Álvaro Dias, Virgílio e Agripino. Será ótimo vê-los esculanchando com alguns sobreviventes do PT.

  22. Bom dia Professor.
    Estou em Xis de Fora e tenho notícias alvissageiras. A cidade é a terra quase natal de Itamar. Quase pq ele não nasceu aqui, mas chegou ainda bebê. Estive passeando pela região, visitei o aeroporto de Goianá, é um espetáculo.
    Também fui convidado para tomar um chazinho com o Capitão Edmar lá em Carlos Alves. O Castelo do Capitão é lindo… Lembra!
    O Capitão ficou famoso quando a rede Globo tentou fazer reportagens falado que o projeto do castelo era demodê. Agora o Castelo está em nome do Julinho. O filhinho mais novo do Capitão. Assim eles não teve problema com esse tal ficha-limpa. Quem será o ficha-limpa?
    Xis De Fora está pegando fogo. Principalmente a política.
    Xis de Fora é administrada por um Homem Bom. Custódio de Mattos. Na última eleições ele venceu a Margarida, que de flor não tem nada. Ela era uma típica professora universitária da UFJF e admiradora de Terroristas.
    Xis de Fora foi tomada por uma onda azul. Por onde se anda percebe a campanha vitoriosa do Dr. José Serra. A cidade inteira já comemora a vitória.
    Dizem que o Serra prometeu ao Anastasia que irá implementar o Projeto Mar para os Mineiros… Uhúúúúúúúú!!!!

    PS. Não contem para ninguém nem divulguem essa mensagem, tudo aí de cima é verdade. Exceto um detalhe, a onda aqui é vermelha.

  23. Mesmo em brincadeira,dá medo a possibilidade do “Zé” subir ao planalto. O q ele pretende,em termos de ministério,n tá mto longe disso não. Diferente do SLOGAN do Tiririca,com o Serra,”pior do que está fica sim,senhor!” Deus nos guarde de uma tragédia sem precedentes q pode se abater sobre o Brasil!

    1. Caríssimo Herr Josef K.

      Tive um sério paleio com Titorelli, o pintor da corte suprema, disse que V.S. lá esteve com fito de tomar ciência d´O PROCESSO eleiçoeiro em trâmite, com a oprobriosa expetação de empestar suas impolutas laudas com expostulações da imprensa vermelha.
      Estou com substabelecimento do Senhor Huld para dar curso nesta demanda. O senhor deve retornar a pensão de Frau Grubach, atracar-se com Fräulein Bürstner e se desarmar desta foice e martelo, “contrario sensu”, comunicarei ao seu tio Karl para que ele tome as medidas cabíveis em relação a sua péssima conduta.
      Zeus! afaste-nos da Eslava Bolchevique Canheta que vem na garupa do Capiroto como uma típica Amazona do Apocalipse!!!

      Salve Dom Chirico!
      Salve Pele Vermelha Merendeiro!
      Salve os ministros do Soberano das águas!

  24. Sendo eu tucano desde colibri, me sinto no direito de meter o bicão nesse Ministério.

    Urge transformar o Bolsa-Família num programa decente, através da criação do Ministério do Mala-Família, que só pode ser encabeçado pelo Sr. Arnaldo Jabor. Com o remanejamento deste para o novo ministério, o novo Ministro da Cultura seria conhecido via queda-de-neurônio entre Hebe Camargo e Ana Maria Braga.

  25. Serra tem que ganhar, para que nossas tradições, famílias e propriedades sejam preservadas!!! Não ao comunismo ateu e desagragador da família! Não à ditadura do proletariado!!! Se preciso pegaremos em armas para defender a propriedade, a família e a pátria da ameaça vermelha! Em 2010 é Serra, com Deus, pela família e pela liberdade!!!

  26. Fico feliz que Serra tenha reservado uma pasta para o nosso querido Jair Bolsonaro, um dos homens mais democratas desse país! Quem sabe ele não reimplanta O CCC, para nos proteger dos malditos vermelhos? Pena que nossa rainha Regina Duarte não tenha aceitado um ministério, mas, em compensação, temos Maitê Proença!!!

  27. Caro Professor acho que para a Saude ficaria melhor o Barjas Negri e das relacoes institucionais o Jose “Vote num careca e leve 2” Arruda.

  28. Para a comunicação social: Josias de Souza

    Assim se completa a tríade de Carecas: Serra Presidente, Arruda Vice e Josias para a comunicação…

    Vote em um careca e leve 3.

  29. Para a Funai, o Presidente José Chirico poderá se indispor com sua excelente coligação com o DEM, mas o melhor nome mesmo é o sr. Curumim Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *