Mais uma fêmea insubmissa a divulgar lorotas comunistas

Mais uma fêmea insubmissa
Fêmea comunista a proferir blasfêmias

Que o comunismo ateu e sanguinário tomou conta do nosso Brazil, isto já é certo e notório. Que os apedeutas bolcheviques petelhos imundos implantaram uma ditadura marxista ferrenha com mão de ferro é fato cabal e atroz na actualidade histórica nefasta que ora vivemos.
Mas o que é de se estranhar é o facto de que os nossos sempre atentos guardiões da moral, das tradições, da famíglia e da propriedade, nossos valorosos homens de farda, fiquem calados e inertes durantes estes últimos nove anos de massacre stalinista ao qual nossa nação esta sendo subjugada.

Comadres
Comadres sempre unidas contra os homesn bons

Como se não bastasse estas fêmeas insubmissas que usurpam descaradamente o poder, as comadres Dilma Housseff, Ideli Salvatti, Gleisi Hoffmann, Eliana Calmon e Graça Foster, agora fica esta matrona rebolativa, madame Maria do Rosário a querer enlamear ainda mais os gloriosos tempos do regime democrata estabelecido em nossa pátria no santificado 1º de abril de 1964. Naqueles saudosos tempos os vigorosos militares, com galhardia e amor à pátria, atendendo ao clamor de 104% da população, estabeleceram a ordem e a disciplina no combate à baderna vermelha estabelecida pelo comunista usurpador do poder Sr. J. Goulart.

Não tendo conseguido provar nada contra nosso militares amados, Lá Rosário, mestre em inventar e criar falácias fantasiosas, vide comissão da verdade que investiga torturas, assassinatos e mortes inexistentes durante os anos de glória do regime militar, agora vem com outro trololó: Fica a dar entrevistas mal-intencionadas dizendo que no Brasil existe trabalho escravo.

Os militares reagiram timidamente com uma nota cheia de pudores a respeito da tal “Comissão da Verdade”.   Sobre o engodo do trabalho escravo nada disseram.

Homens bons
Um dia eles voltarão para libertar-nos do marxismo

Senhores das casernas, os homens bons e de bens exigem que os senhores sejam mais duros e divulguem notas realmente contundentes com ameaças explicitas a este regime comunista que nos estraçalha.

Quanto ao trabalho escravo, este terminou com a retrógada Lei Áurea.

Facebook Comments
Compartilhar

26 comentários sobre “Mais uma fêmea insubmissa a divulgar lorotas comunistas

  1. Ora quem diria
    escravidão na terra da pirataria
    certamente uma afronta aos homens de benz
    que tratam bem seus escra, digo dignos funcionários
    Assédio sexual ou moral nem pensar
    na sumpa é comum o ‘duplipensar’
    e a choldra pode chiar
    que nós não vamos mudar!

    Sir Ob@

    1. Nobre Oba oba
      É claro que não existe trabalho escravo na Terra de Vera Cruz..
      Eu mesmo estou contratando 300 imigrantes haitianos para colherem cana na minha usina no município de Ulianópolis, sul do Pará.
      Como me é de hábito, com minha infinita consciência social, vou pagá-los com 300 gramas de ração por dia, um copo de garapa, uma colher de sal, uma mão de açúcar e um naco de rapadura. A palavra salário já diz “pagamento com sal”. Eu vou a além do simples salário e pago mais que apenas sal.

      1. Nobre Silvio Caldas
        Longe de mim pensar em tal heresia, isto é obra daqueles blogueiros sujos e outros por aí que não conseguem ver a magnanimidade dos homens de benz.
        Só tenho a lhe aconselhar a não acostumar mal a choldra: 300 gramas de ração + 1 copo garapa + i colher de sal, + 1 mão de açúcar e ainda por cima 1 rapadura???
        Vais torná-los gordos e vadios…
        Fora a pressão que irás criar em outras propriedades…
        Reduzir era a palavra mágica nos ‘bons tempos’, não? Apertar os cintos nosso conselho mais valioso…
        Alvissaras

        Sir Ob@

  2. Nobre Confrade,

    Mais um exemplo de fêmea insubmissa bolchevique infiltrada no Partido dos Homens Bons criticando o Almirante do Tietê, ousando denominá-lo de “imaturo” e exigindo prévias no partido.

    Como se Partido dos Homens Bons fosse que nem o Partidão, onde qualquer bolchevique pode falar o que lhe der na telha. Para que prévias se o ungido do Tietê já nasceu escolhido?

    http://www.youtube.com/watch?v=K96SGEVAtVU

  3. Caro um texto para ilustrar tão ilustre resenha.

    Eu era a Eva
    Criada para a felicidade de Adão
    Mais tarde fui Maria
    Dando à luz aquele
    Que traria a salvação
    Mas isso não bastaria
    Para eu encontrar perdão.
    Passei a ser Amélia
    A mulher de verdade
    Para a sociedade
    Não tinha a menor vaidade
    Mas sonhava com a igualdade.
    Muito tempo depois decidi:
    Não dá mais!
    Quero minha dignidade
    Tenho meus ideais!
    Hoje não sou só esposa ou filha
    Sou pai, mãe, arrimo de família
    Sou caminhoneira, taxista,
    Piloto de avião, policial feminina,
    Operária em construção ..
    Ao mundo peço licença
    Para atuar onde quiser
    Meu sobrenome é COMPETÊNCIA
    E meu nome é MULHER !!!

    1. Bom dia.

      Se vós vos referis a qualquer uma delas, concordo.
      Mas sou forçado a fazer um arremate: Maria do Rosário é bebê! Charme e carisma.

      Morvan, Usuário Linux#433640.

  4. Esta sim, É uma FÊMEA SUBMISSA!

    Aproveitando a chegada do carnaval, ”festa onde tudo é liberado”, uma representante do brazil na ONU, cujo nome não nos foi revelado, recebeu uma gorda propina e votou a resolução de condenação ao governo sírio conforme manda a cartilha dos homens bons do north.

    Beto Almeida: Brasil afasta-se dos Brics e vota contra a Síria
    http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=176318&id_secao=9

    Obs: Será que os homens bons conseguiram “endireitar” a búlgara? Realmente este não é um país serio…. e nunca foi, né?

  5. tio hari,
    seresteiro caboclo,
    irmãos em serapião,
    nosso bom paulo, no seu blog lá nas praias da sesmaria do paraná, dá hoje uma aula magna de como se devem comportar os não participantes da elite santa.
    comuniquem aos seus servidores.
    çerra 45, prefeito!!!!!!!(vice cão lagosta ou índio da costa)

  6. Cantor das àguas sulfurosas,

    Copiarei o velho hippie, maconheiro e novo baiano Moraes para homenagear as três meninas do Brasil: Dilma, Maria do Rosário e Gleise (coisinha fofa do papai).

    Meninas do Brasil
    Moraes Moreira

    Tom: E

    (Moraes Moreira -- Fausto Nilo)

    Intr.: ( E E7M E7 A6 G#m F#m A/E Eb° B7 )

    E E7M E7 A6
    Três meninas do Brasil, três corações democratas
    G#m F#m A/E Eb°
    Tem moderna arquitetura ou simpatia mulata
    B7 E C#7 F#m
    Como um cinco fosse um trio, como um traço um fino fio
    F#7 F#m B7
    No espaço seresteiro da elétrica cultura
    Deus me faça brasileiro, criador e criatura
    Um documento da raça pela graça da mistura
    Do meu corpo em movimento, as três graças do Brasil
    B7 E
    Têm a cor da formosura

    REFRÃO

    Serenatas do Brasil, eu serei três serenatas
    Uma é o coração febril, a outra é o coração de lata
    A terceira é quando eu crio na canção um desafio
    Entre o abraço do parceiro e um pedaço de amargura

    REFRÃO

    Se eu ganhasse o mundo inteiro, de Amélia a Doralice
    De Emília a Carolina, e os mistérios de Clarice
    Se teu nome principia, Marina no amor Maria
    Só faria melodias com a beleza das meninas

    REFRÃO

    Quando o povo brasileiro viu Irene dar risada
    Clementina no terreiro restaurando a batucada
    Muito além de um quarto escuro, nos olhos da namorada
    Eu sonhava com o futuro das meninas do Brasil

    Saudações!

    1. Nas diversas mudanças de provedores dos últimos meses pode ter havido alguma confusão na manipulação do textos. Vamos corrigir.

  7. Bom dia.

    Nem precisa “se mirar naquelas mulheres de Athenas“, como cantarola aquele cantor comunista nefando; basta se mirar no depoimento de:
    Lady Emma Tomas, esposa de Sir Tom Minuannus:entre tapas e beijos.
    Isso sim é que é depoimento de mulher que entende o seu papel na sociedade, não estas comunistoides do artigo.
    Parabéns, D. Emma. Apesar do nome, a Sra. não mostrou se sentir ferida ou magoada. Grande pessoa.

    Morvan, Lula Sempre, Usuário Linux #433640.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *