Frota aérea dos homens bons já foi renovada

Legítimos empreendedores e adeptos do estado mínimo, os dois campões da preferência popular em nosso país, João Dória Jr. e Luciano Huck, acabam de renovar seus transportes aéreos, merecidamente, diga-se de passagem, com os recursos advindos do trabalho árduo de quem não depende do estado para progredir e ser feliz, ao contrário da gentalha comunista, adepta do bolsa família, que vive como parasitas às custas do governo brasileiro. Luciano e Dória são a prova de que o capitalismo funciona, que vale a pena ser empreendedor, em trabalhar duro e depender apenas da sua própria capacidade para progredir, não sendo à toa que os dois estejam bem cotados para disputar o cargo maior da nação, substituindo com grandeza nosso querido Michel Temer.

São dois nobres representantes dos homens bons que alçam voo em céu de brigadeiro graças ao talento e a meritocracia, mostrando o caminho para a nação, que deve deixar de ficar subsidiando a pobreza acomodada, que vive das bolsas, cotas e pensões do INSS, pois assim eles poderão trabalhar com seriedade e em breve comprar seus próprios jatinhos, como fizeram nossos heróis. Estado mínimo já!

Alvíssaras!

 

Facebook Comments
Compartilhar

7 comentários sobre “Frota aérea dos homens bons já foi renovada

  1. Mestre,

    Não era um sucesso dos Renato e seus blue? “Faça o que eu digo e não o que eu faço “. Só pato paneleiro acredita em embusteiro

  2. Prophessor Hari o Valdo, acho que vossa merce esqueceu de citar um dos mais ilustre e nobre Brigadeiro da Terra, do Mar (de Leblon) e dos Ar. Aquele lindo moçoilo que tem até aeroporto particular nas terras do Titio lá em Cláudio-MG .
    Que esses Homens Bons sigam alegremente suas laboriosas vidas nas Asas da Liberdade.

  3. Ilmo. Prof. Almeida.
    O desfile de carnaval é um campeonato e a torcida do G.R.E. S. Paraíso do Tuiuti infringiu o Estatuto do Torcedor no item II do ART. 41- B enunciando mensagens ofensivas e por esse motivo a agremiação perde o direito do ingresso de sua torcida no Desfile das Campeãs.
    A decisão judicial partiu da Federação Paranaense , Liga Municipal de Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *