Alvíssaras: Serviçais domésticas não mais farão a festa na Disney

Paulo Guedes recolocou a gentalha em seu lugar, bom ministro que é, mostrando ao pobre o seu lugar cativo nos estamentos da República instituída pelos homens de bem da nação, para que não mais ultrajem os ambientes frequentados pelos bons. Aceitará os serviçais de bom grado, a realocação espacial e funcional, não deixando a condição servil  se abalar pelos fatos, visto que a maioria, seguidores do grande ser mitológico, sabe que extrapolou seus limites natos durante o período da usurpação lulocomunista do PT, atingindo latitudes indevidas, como Paris ou New York.

Chega de porteiro em Nova Iorque, chega de motorista de ônibus em Orlando, chega de doméstica na Disneylândia, com seus rebentos remelentos e sardentos, o dólar não recuará, para o bem dos bons, pois esta é a condição sine quae non para que a pujância da pátria seja restabelecida pelo esplendoroso governo de remissão nacional, bem como o preço adequado dos combustíveis, para que o calhambeques de baixa cilindradas do povéu encontre cada vez menos motivos para infestarem as vias das grandes cidades brasileiras, dando espaços para as voitures luxuosas das boas famílias.

A esse scenarium grandioso guediano, se soma a redução drástica do bolsa-esmola, secando a fonte da indolência morena brasileira, cortando o desperdício das verbas públicas com a ralé, canalizando-as para o setor financeiro, no importante auxílio às realizações lucrativas dos grupos bancários do país, cujo patronos, esses sim, merecem todo o nosso apoio pela grande contribuição que dão para esta triste terra tórrida.

Confiai, ó domésticas da nação, que o futuro rosáceo e perfumado já impregna o ar que respiras, sob  a proteção do grande  ministro Paulo Guedes, vosso eterno benfeitor.

Alvíssaras!

 

Facebook Comments
Compartilhar

24 comentários sobre “Alvíssaras: Serviçais domésticas não mais farão a festa na Disney

  1. Mestre,

    Fiquei com tanta peninha dos coxinhas pq nunca mais poderão visitar o Pluto.
    Guedes é muito malvadão tirando essa esperança dos patos de visitarem seus amiguinhos americanos

  2. DZIEN DOBRY!
    Mestre, auxili-e-mê, por obséquio… deverei eu deixar a Cidinha, a Martinha e a Lilizinha se vestirem que nem gente quando formos à Miami? O uniforme com avental e touca de rendas não pode mais? Afinal, o confrade Guedes quer que usemos nossos dólares em turismo nacional?

  3. Pauno Guedes tem razãum!!! Ora! A dez annos atrás nos homens de benz sofríamos com engarrafamenctos nos aeroportos e nossos jatinhos atrasavam p’ra sahir! Os terminaes maes parecciam rodoviáreas tamanho o populacho a entupir nossas áreas ecxclusivas! Vivíamos refugiados em Miami.

    Agora sim! Restauramos as tradicções dessa república. Os serviçaes serão postos em seos devidos lugares. E quando forem tirar féreas a cada 4 annos trabalhados sem indolêncea de folgas aos domingos, poderão se rehunir aos seos iguais no picinão de Ramos. E tenho dito!

  4. A boa do dia:
    ‘Huck apresenta uma perspectiva social democrática’ diz Flávio Dino

    O governador do Maranhão Flávio Dino (MOVI65), em entrevista ao jornal Correio Braziliense, nesta quinta-feira (13), comentou que prefere ver o apresentador Luciano Huck concorrendo…

  5. Vejam só senhores, o paláceo do planalto tinha biblioteca! Livros são peças de museum com palavras demaes escriptas e desnecessáreo nesptes tempos modernos em que o presidencte não sabe ler, ou melior, sabe ler em memes e postagens no whatsapp e twitter com no mácximo 10 palavras. Nosso bücherverbrennung acontecerá em breve!

    https://blogs.oglobo.globo.com/bela-megale/post/governo-desmonta-biblioteca-do-palacio-do-planalto-para-abrigar-michelle-bolsonaro.html

      1. é mesmo, caríssima Heide… aqui em Campinas estamos todos muy felizes… nosso amado administrador coleciona denúncias… na saúde, na educação… um primor!

  6. Professeur,
    A gentalha feia e diferenciada não mais nos fará passar vergonha com nossos bons irmãos do norte, esses que agora são obrigados a pagar a passagem e devolver a ralé em aviões fretados para belzonte.
    Com o dólar e a gasolina em seus devidos lugares, próximos a R$5,00, poderemos circular com liberdade em nossos aeroportos bem privatizados, e obtermos o prazer com o retorno do charme e da exclusividade do jet-set em viagens à Paris ou Gstaad.
    A gentalha, as domésticas, que se recolham, ou melhor, que acordem de madrugada para preparar nossas ceias, no retorno de baladas chic, ou rrruuuuaaaaa!
    Ave Göeddes!
    Ave Meçias!
    Ave Ado!

    1. Empregada doméstica vai para onde ela quiser e puder e não para onde os ricos orgulhosos acham que ela deve ir .com um bom planejamento e uma poupança ela pode fazer implante invés de dentadura e viajar para o isterior porque não?

      1. O dólar disparou e a poupança está rendendo menos que a inflação do período, ou seja, é prejuízo na certa.

        O preço do petróleo caiu no mundo inteiro, porém os donos de postos de combustíveis comunistas brasileiros não baixam os preços nas bombas de jeito nenhum.

        Resultado: menos carros populares nas ruas.

        Não há “bom planejamento” que resolva.

        Só nos resta orar para São Serapião e torcer para que esta situação se prolongue para sempre, pois só assim teremos aeroportos sem filas de serviçais, como nós, os ricos, gostamos.

        E quanto aos implantes dentários… saiba que Jesus não tem dentes no país dos banguelas.

        Tá?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *