Se não tem arroz que comam sorgo

A gentalha ignara, dada aos víveres alimentícios, deverá ser informada que se não tem arroz que comam sorgo, que faz muito bem para este tipo de classe social. Oras, o governo é muito ocupado com as coisas importantes da nação para se preocupar com a produção de comida a preços módicos para o povéu reles, e nem deve ser incomodado por isso.

Se de tudo o vivente insistir e ingerir este tipo de alimento, deverá então apelar para o senso de patriotismo do empresário dono do supermercado, ganhando assim o devido desconto para levar o cereal para casa. Outra excelente alternativa para o povo bolsonariano é a sopa de capim, muito nutritiva e saborosa, haja visto o quanto o gado engorda ingerindo só esse tipo de comida. Enfim, inexistem motivos para reclamar do governo remidor nacional (GRN) Bolsonaro pela alta dos preços dos alimentos de primeira necessidade uma vez que existem ótimas alternativas.

 

  • Culinária

Receita de Sopa de Capim com Sorgo:

Ingredientes
  • 150 g de sorgo
  • 2 talos de capim
  • 8 fatias de galanga (gengibre do laos) ou gengibre comum
  • ¼ de cebola cortada em gomos
  • ¹/3 de xícara (chá) de pedras de seixo rolado

Modo de Preparo

Ferva, por dez minutos, o sorgo e  a galanga. Em seguida, agregue a cebola e as pedras e cozinhe por cerca de dois minutos. Acrescente então o capim. Deixe cozinhar um pouco e adicione o sal. Tempere com o molho de  lesmas, o açúcar, o suco de limão e a pimenta. Sirva com coentro e erva daninha por cima.

Facebook Comments
Compartilhar

31 comentários sobre “Se não tem arroz que comam sorgo

  1. Mestre,

    Eu sou eleitor do governo remidor nacional (GRN) Bolsonaro.

    Posso preparar sem o sorgo, sem o gengibre e sem o açúcar?

    Senão fura o teto do meu orçamento.

    Por favor responda rápido, pois A FOME NÃO ESPERA!

    Olha como já estou salivando só de ouvir falar em dois talos de capim:

  2. Maestre Haviovaldo, os supermercadisptas já ouviram o chamado patreotico do nosso micto e vão financear o arroz em até 24 vezes e o feijão em até 48 vezes a juros módicos. Já p’ro sorgo será aceito a hipoteca da casa ou automóvel (contanto que não seja hum fusca 64).

    Post Scriptum: de volcta do covidão da dependência ao north, reparei que seus twitts esptão protegidos. Huma pena poes podia sorver suhas douctas palavras mesmo sem ter conta nespta rede social, aphinal tudo que tem social no nome hé communista.

    1. Pois é, Pink Panther, todos os dias venho aqui sorver seus doutos comentários e os tuítes do mestre, mas
      me senti abandonada. Não participo de nenhuma rede social pois tenho medo de gado doente, estilo a “vaca louca”. Mormo então é um perigo, pois só matando.

  3. Desculpem o transtorno, esptamos combatendo o communismo

    Espte será o novo lemma do govemno de salvacção naceonal p’ra apaziguar os ânimos do populacho frente à alcta dos alimenctos. “Vamos esptar promovendo o consumo de massa, macarrão, que hé o substituto do arroz“, assim responde o presidencte da Abras João Sanzovo Neto ao chamamencto patreotico do nosso micto (pecebe-se que elle gosta de macarrão perque tem ovo, afinal elle é sem z’ovo). Os pobres poderão comer macarrão com angu que hé muyto nutrictivo e servirá perfeictamencte p’ra sustentallos na jornada de dezesseis horas nas fábricas (os que tiverem sorte de arrumar trabalho).

    Esptamos combatendo o communismo senhores, detruhindo plantacções communistas dos sem terra que querem produzir alimenctos de boa qualidade e prejudicando o lucro dos grandes produtores danacção. Assim expulsando o pequeno produtor do campo p’ra servir de mão d’obra barata na cidade teremos huma economiha pujancte e verdadeyramencte capetalista.

    https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,representante-dos-supermercados-diz-para-brasileiro-trocar-arroz-por-macarrao,70003431353

    1. Alvíssaras!
      É um governo de salvação neopentecostal! Vamos fazer o populacho comer agora feijão com macarrão, será o novo prato da gentalha nacional.

  4. Acredito que o grande “Chef Hariovaldo”, poderia ajudar a gentalha com sugestões mais praticáveis.
    Explico: Sorgo não, pois necessitamos dele para alimentar porcos para os chineses e frango para os árabes.
    Se o populacho comer o sorgo, o que iremos exportar?

  5. Professor,

    A alta no preço do arroz tem uma explicação muito simples: a culpa é dos pobres.

    Houve uma explosão de consumo de arroz e feijão após o governo remidor nacional liberar para a massa morena os SEISCENTOS REAIS, que diga-se de passagem, eles não tinham direito.

    A lei da oferta & procura, regida pelo deus Mercado, que abençoa paraísos neoliberais por este mundão de meu deus afora, é clara e simples: aumentou a procura, aumenta o preço.

    Qualquer um homem de bens sabe disso.

    Eu estava muito feliz com esse nosso governo bolsoguedes, mas ele cometeu esse erro gravíssimo de dar poder à massa morena, ou seja, os pobres, de poder consumir exageradamente, causando essa explosão no consumo do nosso bom e velho feijão com arroz.

    Só nos resta agora o caviar, mas não o russo, pelo amor de deus Mercado!

  6. Meu caro filho de Emer,
    Vamos “enveredar” por esse caminho? A coisa vai ficar roxa. Mas vamos por degrau. Se não serve o 64 a coisa vai ficar “peor” com o 69, que era um CORCEL. Os donos desse corcel que só gostavam das cores verde & “olivia” cujo maior acionista mor teve um ataque de coração e bateu as botas no sentido horizontal e deveria os documentos ser passado em nome do vice mor que tinha apelido de CIVIL. Era o Pedro, o Aleixo, vulgo civil. A briga foi de cachorros grandes. Foi uma transição tranquila, tipo golpe dentro do golpe no interior do golpe. Coisa normal para quem queria um Corcell naquela época. Foi dedo nos olhos, mordida na orelha, chutes nas canelas, dedos no…, tudo prá ver quem ficaria com as prestações do tal Corcel, então a solução salomônica foi dividir a carroça em três, solução bem aceita pelos fabricantes, vulgo Uncle Sam. O pessoal do AR ficou com o Motor, o pessoal das AGUAS cuidava da carcaça e o pessoal da TERRA ficou com a direção e ignição. Todos felizes. Foi a segunda vez que a revendedora BANANAL teve um piano tocado à seis mãos. E a viúva? Foi verificar o funcionamento das roletas e bacarás em estâncias cujo proprietário era o Paulo, Preto? Nãaao, O Maluff, mas isto é outra estória.

  7. Tenho que agradecer aos milicus, que são piores do que quem quer que seja, por mostrarem que são mais ruins do que eu, que nem sempre sou politicamente correto (embora seja essa a expectativa)…

    1. Cláudio disse:
      /
      / (em 10 de setembro de 2020 às 10:13) /

      Tenho que agradecer aos milicus, que são piores do que quem quer que seja, por mostrarem que militaress$$SSs são muito mais ruins do que eu, que nem sempre sou politicamente correto embora seja essa a expectativa)…

      1. Cláudio disse:
        em 10 de setembro de 2020 às 10:31

        Cláudio disse:
        / (em 10 de setembro de 2020 às 10:13) /

        Tenho que agradecer, e muito, aos milicus, que são piores do que quem quer que seja, por mostrarem que militaress$$SSss são muito mais ruins do que eu, que nem sempre sou politicamente correto (embora seja essa a expectativa)…

        10:39 ( 39 = 13 X 3 )

  8. Esse povinho é ingrato. Como disse nossa prestigiosa ministra da Agricultura dos homens bons, os produtores rurais ficaram anos tendo prejuízo. Agora que, finalmente, estão conseguindo algum pequeno lucro, as pessoas reclamam? Então que comam sorgo, que é nutritivo e faz o gado crescer rápido.

  9. Pastor Çilas Malacheia falará hoje da importâncea da famíglia christã na política

    Ao lado do ilibado Rouberto Jefferson, o honesto, o pastor Çilas dará palestra sobre a importâncea da famíglia christã nas eleicções. Participacções especiaes:

    -- Cristiane Brasil dissertará sobre a gestão de secretarihas municipaes e da união da famíglia christã nos presídeos;

    -- Flordelis testemunhará sobre a importâncea da educacção sexual evangélica dos paes aos fílhos;

    -- Flavinho Bolsocheio dará dicas de como gerencihar o dindin rachado da famíglia com suha ecxperiêncea em franquias de lojas de chocolates.

    Minha gente, eu fui convidado para participar de uma live com o Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB. Será amanhã, dia 11, às 20h30. Vamos falar sobre a importância da família cristã nas eleições de 2020.

    https://twitter.com/PastorMalafaia/status/1304161243780001799

  10. Hoje, em todo o mundo livre, comemoram-se os exatos 19 anos de uma enorme enfiada de piaba, como diria o Cusseta & Palneta, extrabiglargesupermegahiper entre as bochechas de Tio (in)Sam(no), um supositório gigantescu que fez tremer as bases ianques (estadunidenses, pra ser politicamente correto…) e deixou os/as putos/as mais putos/as ainda… Não consegui encontrar a tempo de postar a imagem que fiz(eram) mas, uma vez encontrando-a, oportunamente a postarei aqui. Viva a autodeterminação dos povos ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! !

      1. Cláudio disse:
        em 11 de setembro de 2020 às 23:57:13:

        O famoso cartunista estadunidense Rex Babin sofreu “linchamento moral” desde setembro de 2001 apenas por ter ousado fazer perguntas do tipo: “Mas… por que o mundo nos odeia?”

        Revista Sem Terra, ano III, nº 13, nov/dez 2001

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *