Início da queda do desemprego será suspenso pela multiplicação dos currículos distribuídos

Imagens como estas se multiplicam pelo país, onde antigos empregados abrem mão da carteira assinada para se tornarem microempreendedores individuais

O vigoroso ensaio da retomada econômica marcada para o segundo bimestre de 2018 poderá ter a encenação suspensa pela não ocorrência da equivalência real dos índices da economia brasileira, deixando inerte a queda do desemprego que seria acionada após a onda de demissão em massa para readequação trabalhista, cancelando as contratações terceirizadas, nesse momento positivo que passamos no país, o abre imensas possibilidades, no que tange ao campo da empregabilidade, pois propicia para os aspirantes às funções laboriosas um grande momento de reciclagem e melhora estilística na confecção dos seus respectivos currículos.

Este avanço, propiciado pelo nosso governo que, tendo restaurado a ordem, cria no campo do trabalho as condições necessárias para o florescimento do progresso nacional. São estes os sinais acalentadores que nos traz a certeza alvissareira de estarmos no caminho certo rumo ao desenvolvimento insofismável, já qualificados pelas agencias classificadoras internacionais, ratificando que o pequeno passo para trás é o prenúncio inevitável de um grande salto para o futuro, conforme visto na tv dos filhos do Dr. Roberto, e que este é um país que vai para frente, de uma gente direita e tão contente.

Alvíssaras!

Facebook Comments
Compartilhar

11 comentários sobre “Início da queda do desemprego será suspenso pela multiplicação dos currículos distribuídos

  1. Com o nobre intuito de contribuir com as políticas desenvolvimentistas do Grande Estivador de Santos, eu demiti os meus três criados para que possam tornarem-se investidores e montar seus próprios negócios.

  2. Mestre ,

    Bem pensado meu guru, com a multiplication de curriculuns os “ livres para o mercado de trabalho” se recolocarão na indústria de papel e tinta para impressora. God save the Vampire presidente.

  3. Alvíssaras, três vezes Alvíssaras. Cansado de ler notícias más nesses pasquins de S. Paulo hei recorrido em boa hora a este prestimoso sítio do Professor Hariovaldo e ei-lo prenhe de alvissareiras novas.
    Aqui em Jacuipe, embora não tenha uma construção em andamento, notei um crescimento na construção civil porque um condômino está fazendo obras na casinha do cachorro. Ele mesmo está fazendo porque o pedreiro queria cobrar os olhos da cara pelo serviço, duzentos reais, onde já se viu? E o que é melhor: ontem fui a um shopping de Salvador e tinha estacionamento à vontade. Ora não me digam esses comunistóides de araque que não estamos bem melhor com o Temer….

  4. Sires amigos do G.A.U.,
    Se dará um novo milagre brazileiro, a economia irá muito bem com a mão de obra abundante implorando um empreguinho trabalhando quase de graça.
    Alvíssaras ao novo tempo de um novo dia que começou!
    Ave San Phrancisco Phranco!
    Ave São Rouberto!

  5. BRASÍLIA:
    dia 1°, totalmente verde-amarelo: O brilho do Sol, nosso astro mor. Vermelho? Somente as tulipas holandesas no jardim externo do Palácio do Planalto e o tapete vermelho, inclusive que o heróico & corajoso Bolsonaro e o nobre índio Mourão — o vice — com enorme prazer pisaram sobre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *