A maior vítima da falta d’água é Alckmin

15030637

Fazendo um governo impecável, coroado de sucessos e com o passaporte carimbado para o Palácio do Planalto, Geraldo Alckmin, grande líder varonil, foi vítima da incompetência petista no governo da nação, que por omissão e má vontade com o estado de São Paulo, deixou que chegássemos a maior seca de todos os tempos, tendo a ANA, Agência Nacional das Águas, deixado de fiscalizar a ação dos agentes públicos bolchevistas que atuam no setor aquífero, só preocupados em desviarem recursos do setor para Cuba.

Dilma Rousseff, fingindo-se de cega, não viu que a iniciativa privada e administração pública visando a atender os interesses do mercado, com alto retorno aos investimentos, é a melhor maneira de gerir qualquer área onde os empresários e/ou investidores possam auferir alta lucratividade, e a Sabesp é prova disso, pois mesmo com a grande sabotagem do governo federal ainda distribuiu grandes dividendos aos acionistas de New York, mostrando como se faz.

Como todo paulistano sabe, se falta o líquido vital em sua torneira, a culpa é do PT. Não há como negar que só foi a administração da capital cair em mãos petistas para isso acontecer. Por isso não podemos deixar Geraldo sair prejudicado com essa crise, quando a verdadeira culpada está em Brasília, vamos reagir com grande apoio e solidariedade ao nosso governador, façamos grandes manifestações de apoio, indo ao Palácio dos Bandeirantes levando garrafas e mais garrafas de água importada, como prova de nosso imenso apreço por sua liderança, nosso lema será: Alckmin, dessa água todos beberemos!

Alvíssaras!

Facebook Comments
Compartilhar

90 comentários sobre “A maior vítima da falta d’água é Alckmin

  1. Revolucionário Mestre: Concordo e apoio firmemente a realização de gigantescas manifestações de apoio ao Xuxu Alkimin e cotratudoissoqueestáaí. Ontem mesmo tivemos uma enorme marcha pela liberdade e eu não li na reportagem nenhuma menção ao Mestre Hari nem ao Lobão, presumo que estejam em Miami fazendo contatos para mudar tudo, aqui como lá, porque aquele moreno também não pode continuar a ditar os destinos da humanidade porque como todos sabemos, é comunista e comunista come criancinhas.
    Aqui em Jacuipe-BA continuamos apoiando o Aécio porque a turma ainda não percebeu que a eleição já acabou e depois da terceira rodada da Heineken é um deusnosacuda, mas como a minha liderança está um pouco abalada eu não falo muito porque logo me tecem comentários injuriosos que não posso escrever neste sítio frequentado por tão decentes matronas da nossa mais fina sociedade como por exemplo a Marta que se passou para o lado de cá definitivamente.
    Neste momento em que a maré está no ponto eu vou descer para pescar e voltarei às dez horas para participar de um torneio de dominó regado a muita holandesa.
    Que S. Serapião vos guarde amém

    http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2015-01-31/protesto-anti-pt-em-sp-exige-impeachment-de-dilma-e-intervencao-militar.html

  2. Precisamos urgente de uma campanha publicitária para ensinar à gentalha paulista a não desperdiçar tanta água. Além de uma entrada substancial de recursos para minimizar a nossa sofrida Proba Imprensa Gloriosa, que já não aguenta mais a quebradeira provocada pelos petralhas, ajudaria na concientização da ralé para que não fiquemos com nossas piscinas vazias.
    Para tal, tenho uma sugestão: reavivar aquele simpático personagem criado pelo governo da Revolução, o Sujismundo. Só que ao invés de anti-herói, dessa vez Sujismundo seria usado como Exemplo.
    Sujismundo tomaria apenas um banho por semana de 2 minutos, daria descarga no vaso de sua casa somente quando estivesse transbordando de dejetos. Quando fosse dar banho em seus pirralhos, Sujismundo usaria um pano umedecido, ao invés de usar o chuveiro.
    No trabalho, Sujismundo lavaria o carro do patrão usando uma mangueira, porém, ensinaria que a água seria gasta somente na lavagem do carro, não podendo de forma alguma o empregado dar aquelas goladas eventuais para matar a sede.
    Sujismundo encheria a piscina do patrão com uma cara sorridente, mostrando que toda aquela economia que fazia estaria beneficiando as pessoas que realmente merecem. Na hora de ir embora para casa, ao invés de tomar banho, Sujismundo pegaria um pano de limpeza usado durante o dia e que ainda estivesse molhado, para limpar o corpo, inclusive a cabeça, pois ela estaria raspada, não necessitando pois de lavá-la.

    1. Prezado aimeuscalos

      Sua ideia é muito boa. Temos primeiro que reconhecer que phomos nós os culpados. E que o phizemos apesar de toda massiva campanha que inphormapção e esclarecimento por anos a phio a que phomos submetidos!!

      Chegou a hora de separar o joio do trigo!! Ser contra os petralhas é phácil, agora é provar que comphia cegamente nos mercados!! Se houver apenas 1 garraphinha d’agoas hum verdadeiro neolibêlê deve dizer: Não se preocupem comigo, primeiro os accionistas da sabespê!!!

      1. Coronel, brilhante idéia a lembrança dos accionistas que poderiam diminuir os seus já minguados ganhos caso a água acabasse por completo. Que coxinha gostaria de morrer com uma culpa dessas?

  3. Aquoso Mestre Hari. Humpf! Chega a me comover sua lucta em phavor do picoleh e seu brilhante projecto de uso restricto da águôa, que abundará somente para quem paga vinte mil de IPTU. Parece até que não há nada mais importante para se phalar. E não há mesmo. Aliás, para que tanto trololó com a águôa, meu Deus, para que? Um troço sem cheiro, sem gosto, sem côr.

    1. “Aliás, para que tanto trololó com a águôa, meu Deus, para que? Um troço sem cheiro, sem gosto, sem côr.”
      Alto lá sr Phregguezia, o governador já tomou providências, e as agoas passaram a ter cheiro, gosto e cores. Ispto não é huma administrapção petralha quaoquer!!

      1. A caserna ouve, acata e cumpre suas ordens Coronel. É que não durmo, não como e nem me alimento direito vendo D. Geraaallldo levar tanta bordôhada da petralhada.
        E então, vamos brindar!

  4. Com todo respeito à Sabespx, eu só bebo e utilizo água importada. Não confio e não gosto de nada que é produzido no país do bananal, contaminado pela seita vermelha do comunismo petista. Por isso digo que o problema hídrico em São Paulo não existe. A culpa é do PT que onera, por meio de impostos de importação e IPI, a água importada.

  5. Caros e Caras deste oásis,
    Louvo o Imperador dos Coxinhas Quatrocentoes, Mister Alquimimimi pela implantação da Lei Seca em terras bandeirantes. Homem de visão apocalíptica e representante do partido dos brilhantes homens bons, Mister Malvado Favorito sabe o que é bom. Transformou Sumpaulo na terra da catinga. Como fede! Há de se ressaltar que somente a massa pobrenta. Os Cheirosos não perdem a pose, nem o selfie.
    Enquanto o resto do Bananal sofre com os descalabros portudoistoqueaiesta, perpetrado pelo governo rubro, os borbagatenses tem seu Conselheiro para lhes guiar em direção ao sertão que virou mar, embora alguns tenham errado o caminho e ido parar no mar que virou sertão.
    São Serapiao guie o seu povo no caminho da abundância.

    1. Pré Claro e Pré Vivo Coronel… Urge informá-lo qys confusão mental é um dos primeiros sintomas da desidratação…o que explica com facilidade esse acordar com uma música na cabeça e não conseguir tirar , e também o estado de semi delírio em que se encontra a população de Sumpaulo….a locomotiva de ré Danação…
      Alvíssaras !!! se São Geraldinho dos Alagados é por nós , quem será contra nós ????

  6. Boa tarde.

    Carissimi del Caphopho Hariovaldiano:

    Sim, a maior vítima é o hator Alberto Roberto, digo, Aidimin, o Pinnocchio. Se não for ele, pelo menos uma estatueta ele leva. Operação Leva a Jato. Mas falando em patif., digo, artífices, do nosso país, tem uma (coisa de petraglia, como sempre) Petição, no Avaaz, Pressionando o STF e o próprio Ministro Gilmar Mendes a devolver o Processo sobre Doações Privadas. Não deixe de assinar e de repassá-la, por favor. Basta clicar no linque acima, destacado. Digo, não assine e não repasse, pois é contra um dos nossos.

    Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros?“,
    Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

  7. Tio Professor Hariovaldo Almeida Prado,
    Correctíssimo e óbvio!
    A coxinhada de São Paulo precisava ver tudo desenhadinho como vós o fizestes para compreender a crise hidrica. Alguns ainda tem o tirocínio de consultar o uikipédia onde se apregoa que o nosso querido chuchu é 94,8 % água, dai que com o phim do precioso líquido, São Paulo continuará a ser (des)governado por apenas 5,2 % de governador, o que já basta para 70 percent da população que o elegeu no first turno.
    A disputa interna nas prévias do PartidoSóDeBens, para 2038 portanto são favas contadas para ÇERRA45 e seu vice fegacê……viiiiiiiixe!

    1. eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
      Reboleichion!!!!!!!!!!!!!!
      Mim já estava com sodade!
      Sorry, periferia. Reboleichion é para quem pode!
      Nepotismo? Deixa disso. Tio Hari é pela meritocracia.
      Ingauzin o vencedor (2038) ÇERRA45 e seu fegacê…..viiiiiiiiiiiixe!

  8. Caríssimos Confrades e Confreiras

    Enquancto aparece sorridencte exibindo a lauda cabelleira susthenctada com laquet imporctado, cinycamencthe convidando a todos para o dyálogo, a mão esquerda da búlgara empunha sarracena adaga que crava impyedosamenthe nas costhas do nosso honesthyssimo e bem inthencyonado governador, Dr. Girardio Aidimim. Poes saibam que a enthrega das contas da água logo após a leictura como vinha sendo feitha pela ephiciente e escorreita SABESP foe injusctamenthe questionada na Justhiça pela búlgara e seus asseclas que a todo custo querem monopollyzar as ações que envolvam transpherêncea de capythal. A ridycula alegação foe que a enthrega de qualquer correspondêncea é exclusiva dos Correios de Banânia, não podendo ser pheictha de ouctra forma, princypalmente directhamente ao consumydor. Assim, a nossa pobre SABESP não pode entregar bolethos fycando sem receber o correspondencte pelos excelenctes serviços presthados, com água em abundancya e de qualidade para toda a população, havendo um indyce de sathisphacção do consumidor com o sistema é de maes de 90%.
    A búlgara apoia-se em leis rethrogradas versando sobre serviços postaes no terricthóreo nacional. Athacando a única fonthe de renda, impede que sejam reallizados investymentos para melhorar ainda a quallidade do sisthema e dos serviços prestados. Vale dizer que sem receber foe o nosso bonyssimo e bem inthenccionado governador obrigado a rebaixa-se, humilhar-se e pedir ao Governo Federal a irrisória verba de R$ 3,5 bilhões para combacther uma crise que sequer foi comprovada que exiscthe. Ridiculamencthe comunisthas a serviço do planalcto vermelho espalham inverdades dizendo que a Sabesp terá maes dinheiro público, agora da União, sendo que seus accionisthas têm esse dinheiro. Ora veja. Chegam ao ponto de aphirmar que o dinheiro público está financiando a Sabesp e seus acionisctas. Acusações ridycullas tentam levar a população acreditar que a água virou objecto de lucro e o governador vive de vender água. Por isso sempre digo: “ Vallorum maiore aqua copus plenunn quae Cantareirum raeservatorium “. E quem ainda guardar água na moringa verá.

    Rescta conphirmadyssimo a culpa da búlgara nessa propallacda crise de água. nquancto aparece sorridencte exibindo a lauda cabelleira susthenctada com laquet imporctado, cinycamencthe convidando a todos para o dyálogo, a mão esquerda da búlgara empunha sarracena adaga que crava impyedosamenthe nas costhas do nosso honesthyssimo e bem inthencyonado governador, Dr. Girardio Aidimim. Poes saibam que a enthrega das contas da água logo após a leictura como vinha sendo feitha pela ephiciente e escorreita SABESP foe injusctamenthe questionada na Justhiça pela búlgara e seus asseclas que a todo custo querem monopollyzar as ações que envolvam transpherêncea de capythal. A ridycula alegação foe que a enthrega de qualquer correspondêncea é exclusiva dos Correios de Banânia, não podendo ser pheictha de ouctra forma, princypalmente directhamente ao consumydor. Assim, a nossa pobre SABESP não pode entregar bolethos fycando sem receber o correspondencte pelos excelenctes serviços presthados, com água em abundancya e de qualidade para toda a população, havendo um indyce de sathisphacção do consumidor com o sistema é de maes de 90%.
    A búlgara apoia-se em leis rethrogradas versando sobre serviços postaes no terricthóreo nacional. Athacando a única fonthe de renda, impede que sejam reallizados investymentos para melhorar ainda a quallidade do sisthema e dos serviços prestados. Vale dizer que sem receber foe o nosso bonyssimo e bem inthenccionado governador obrigado a rebaixa-se, humilhar-se e pedir ao Governo Federal a irrisória verba de R$ 3,5 bilhões para combacther uma crise que sequer foi comprovada que exiscthe. Ridiculamencthe comunisthas a serviço do planalcto vermelho espalham inverdades dizendo que a Sabesp terá maes dinheiro público, agora da União, sendo que seus accionisthas têm esse dinheiro. Ora veja. Chegam ao ponto de aphirmar que o dinheiro público está financiando a Sabesp e seus acionisctas. Acusações ridycullas tentam levar a população acreditar que a água virou objecto de lucro e o governador vive de vender água. Por isso sempre digo: “ Vallorum maiore aqua copus plenunn quae Cantareirum raeservatorium “. E quem ainda guardar água na moringa verá.

    1. X9P56T5O
      Errata: Por falha minha o post aparece duplicado . Vale somente a s3gunda p4rte. inic1ando com o parágrafo ” Rescta confirmadíssima …”

      1. Erudito Vassaly. A AMEBA (associação dos médicos bons de anestesia), glorifica nosso governador que consegue fazer das tripas coração para que a população sinta o mínimo da escassez hipervalorizada. Assim, o Dr. Giárdio Alckmin, mais uma vez, vem demonstrar que é aquele a quem devemos seguir : “sigam o homem com o cântaro de água e onde ele entrar vocês também devem entrar! “. Only the strongilóides survive. Ameba, desculpe, amém.

        1. Aidimin prepara mais três novas medidas para combater a crise hidrica:

          1) Retirar o Isca do nome do pe. Iscariotes, por falta absoluta de utilidade que o nome enseja;
          2) Multar pintor que fizer uso de água raz; ele deve utilizar terebintina, que é a mesma coisa, mas economiza água no nome;
          3) Garantir suprimentos e todo o apoio logístico às tropas do gal. Mourão na invasão do Chile para tomada do Aconcágua, que deverá ser interligado após conquista ao sistema Cantareira;

          1. Ilustre Damato. Retirar o Isca não dá, assim não pode. Ficaria o termo Riotes, na língua dos homens bonzões da bala chita, Riot é “Motim,Amotinar, baderna, bagunçar, tumulto”. O chuchú não gosta e joga pimenta.

            Se o mar não está para peixe imaginem a cantareira.

  9. Não perdoam Dom Geraldo porque além de estar fazendo um governo soberbo em todas as áreas, segurança, educação com assinaturas do Boimate, saúde sem gastos estataes, e principalmente água e saneamento, abundantes, ainda é popularíssimo e adora salgadinhos e coxignas de R$3,50.

    1. Caro Ramsés II

      Concordo com todos atributos, só não entendi o Bauru, alguma giria nova?! A touquinha de Doutor Geraldo phicou, se me permitem, da horinha!! Todo brando, hipergigamega higiênico!! Compraria huma agoa com gases da mão dele até nesse buteco!

      1. Caro cel. Ladado,
        É uma linda touquinha de princesa lembrança a Dom Geraldo presente de nossa desaparecida phadinha das phlorestas aquela que nos protegia das hidrelétricas com inúteis reservatórios.
        Aphinal quem precisa deles?
        Quanto ao Baurú, descomphio que é do tempo do bidú e do padre Quevedo, talvez uma contração do gauchesco e boiolesco Bah!, com Urucubaca de olho grande das águas lançadas pelos petralhas.
        Comphere?

    2. Caro coronel Lalado. Pelo seu desconhecimento do termo “bauru” percebe se que o sr. não é paulista, pois não? Saiba que bauru é um lanche muito famoso daqui, feito por um bar aqui de São Paulo, o Ponto Chic, que fica no Largo Paissandu. È delicioso e saudável, não como esses lanches “fabricados” em escala industrial pelo Mac Donald, como gosto de plástico. Mas isso é bom, pois o segredo do verdadeiro Bauru é a tradição de ser feito artesanalmente. Se massificasse ficaria tão ruim como essas porcarias que os jovens adoram.

      1. Sua benção Padre,

        O ‘menu’ é: enroladinho, coxinha e bauru, não entendi o bauru. Acho que o reverendo não tem saído muito de SaoPaulo ou do centro de SaoPaolo, é maes phácil encontrar hum bauru do que hum bigmac. Explicar hum chiste é muito triste.

      2. Confere caro colega. Reza a lenda que um estudante desta cidade, de medicina se não me falha a memória, durango como todo lascado estudante pode ser, solicitou um sanduiche com os incredientes balanceados : carne (nunca presunto), queijo derretido, salada. Outros ficaram animados com a combinação e pediam sempre “quero aquele do Bauru”, uma metonímia.

  10. Tio Hari.
    Maes um sobrinho que concorda com tudo o que aphirmais nesse post.
    Trata-se do primo Sérgio Saraiva que aliado no combate ao comunismo ateu e eleitor de ÇERRA45 fegacê…viiiiiiixe! em 2038, publicou coluna no blog turcomunista que pela maestria da redação, aqui reproduzo.
    http://jornalggn.com.br/blog/sergio-saraiva/como-arregimentar-idiotas-por-sergio-saraiva
    POLÍTICA
    Como arregimentar idiotas, por Sérgio Saraiva
    SERGIO SARAIVA
    DOM, 01/02/2015 -- 20:02
    Associe o resultado que você precisa alcançar a uma causa que eles defendam. Quanto mais utópica for a causa, melhor.

    É possível associar qualquer coisa a um “projeto-sonho”, mesmo interesses inconfessáveis. Sempre haverá “sonháticos” iludidos para defendê-los achando que batalham por seus próprios ideais.

    As causas da pátria, das “criancinhas” e da moral e dos bons costumes já foram muito usadas em passado até recente, liberdade de expressão e combate à corrupção são incontestes, mas anarquismo e ecologia são perfeitos para estes tempos.

    Ano passado, a direita recrutou assim a extrema esquerda para combater um governo que, até aquele momento, era social-democrata. Quando o pau comeu, a direita foi para a Avenida Paulista atrás do trio-elétrico do Lobão e a extrema esquerda foi para trás das grades.

    Agora, que vivemos em São Paulo uma crise no abastecimento de água, o esquema midiático que tenta cobrir o governo Alckmin com o “manto da invisibilidade” recruta os eco-apocalípticos.

    Por que vamos perder tempo perguntando por quanto a SABESP foi privatizada e quem são seus acionistas? Perguntar por que a Bolsa de Nova York negocia títulos de uma empresa que atende apenas o Estado de São Paulo, para quê?

    Querer saber o que foi feito com o dinheiro da privatização? Perguntar quantos bilhões já foram pagos em dividendos?

    Tentar saber quanto foi investido e quais são os principais projetos da SABESP ou do Estado de São Paulo em captação, tratamento de esgoto, manutenção da rede de distribuição para evitar desperdícios e em proteção às bacias hidrográficas?

    Tentar entender a lógica predatória de maximização de lucros aplicada pelos controladores da SABESP?

    Não, o problema não é esse, ou, pelo menos, é muito maior do que isso. Trata-se de uma “crise hídrica” provocada pelo nosso estilo de vida. A solução não virá de uma cobrança das responsabilidades governamentais. A solução está em cada um de nós.

    Mude a si mesmo e você mudará o mundo.

    Pronto, vamos parar de comer carne, não plantaremos mais pasto ou soja, vamos reflorestar a mata atlântica e o serrado e parar com todas as obras do governo…federal.

    A Petrobras é do mal -- isso está em todos os jornais. Não precisamos nem de petróleo nem de carros. Andaremos de bicicletas e faremos longas e meditativas caminhadas.

    Formaremos comunidades neo-hippies e viveremos de hortas orgânicas, reggae e baseado. Dentro de dois séculos seremos finalmente uma forma de vida sustentável pelo planeta. Não teremos mais problemas de abastecimento de água. Estaremos sorvendo-a de quatro a beira de um regato.

    Alckmim nada tem a ver com o problema que vivemos neste instante, ou se tem é muito pouco. Belo Monte ofendeu os espíritos da floresta e estamos sendo punidos por Gaia. Essa é a verdade.

    Arrependei-vos comedores de carne e parem de levantar falso testemunho em relação ao governador.

    1. u u u uuuuuuueeeeeeeeeerbbbbbbbbaaaaaaaaa!
      Dois reboleichion num dia só!!!! Me sento pisando em ovos!
      Devo estar com sorte! Vou já compherir o resultado da ripha da paróquia! Se a sorte de facto existe eu ganhei!!!!!!
      Quem não depende de sorte, mas da própria competência é o Já eleito (2038) ÇERRA45 vice viiiiiiiixe! fegacê,

    2. Parabéns pelo texto elucidador, caro velocista 57. Esse texto me faz republicar um outro em que lembro o sr Vassalo de que a água e óleo não misturam. Ou se misturam?

      Nem só das águas vivem os homens bons. É isto que nos assegura o jornal O Lustre dos encharcados jornalistas que habitam as inescrutáveis profundezas marinhas. Terceiro, digo, segundo informam os seres marinhos, o óleo suplantará a água e o soluto dissolverá o solvente, porque assim decidiu a agência de risco que tudo absorve, a Modess, que rebaixou a nota da empresa produtora de óleo do bananal à categoria de lixo. Os seres oceânicos, apesar de cegos pela escuridão abissal em que habitam, enxergaram mérito na aplicação da nota pela agência absorvente. E como não veem mais solução para a produtora de óleo, defendem a abertura do pre-sal a empresas dirigidas por competentes homens do norte, que, abnegados, farão mais esse sacrifício em prol do mundo livre. Espirituoso, o prestigioso jornal criou um novo slogan para a futura Petrobrax “Está incomodada? Então, não se incomodess”.

    3. Graças a Deus , Comphrade Emerson !!!
      Enfim alguém que está entendendo tudo !!!
      E de novo !! Dom Geraldinho , o Sequilho , não tem mesmo nada a ver com nossas aquáticas ou subaquáticas privações !!!
      E Agora para completar a felicidade dos idio… Sincraticos , foi elevado ao trono o Vice Rey Edward ( Scissorhands) Coonha…
      Simply The Best Homem Bom Danação , nem Tim Burton escreveria um roteiro mais dark…
      Hallelluja !!! 2015 promete …..

  11. Boa tarde.

    Carissimi del Caphopho Hariovaldiano:

    Aproveitando a deixa, relembro a todos que, com Relação ao Financiamento Público de Campanha, existe uma Petição, no Avaaz, Pressionando o STF e o próprio Ministro Gilmar Mendes a devolver o Processo. Lembremos que todos, à exceção do próprio Gilmar, já votaram pela proibição do financiamento privado. Não deixe de assinar e de repassá-la, por favor. Basta clicar no linque acima, destacado. Digo, não assine e não repasse, pois é contra um dos nossos, o e-ti-cís-si-mo Gil-mau men-tes, se-nho-r@s.
    Com relação a Cantareira, eu só me lembro de um famoso adágio popular:

    Nunca diga desta lama, digo, água, não beberei.”

    Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros?“,
    Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

  12. Confrades, Mestre Hari! Mais um texto ímpar, que merece ser levado a todos os que não são analfabetos funcionais, vítimas da “educação” propalada pela Búlgara e pelo Noveunhento.

    Mestre, a questão é tão séria que até a Bruna Lombardi fez uma campanha ensinando as pessoas (gentalha, óbvio, que necessita economizar água) a tomarem banho.

    Segue o link do youtube porque, confesso, não sei inserir vídeos nessa nossa catedral cibernética.

    Assistam Confrades! Quem sabe não seja necessário fazer uso das hóstias azuis nessa noite!!

    https://www.youtube.com/watch?v=QQo7x7RximI

    1. Caro Dom Sebastião,

      Ramsesinho, meu pimpolho de 16 anos, levou o tablet ao banheiro e trancou-se para assistir essa aula da boa phêmea de bens, decerto para aprender como economizar a Evian com a qual nos banhamos no dia a dia.
      Nada como uma boa phêmea loira de olhos azues e tez alva para trazer ensinamentos, ensinar a pescar, à juventhude e à gentalha ignara, se bem que esses últimos duvido que aprendam alguma couza, esses vagabundos que só querem bolsas, direitos e pouco trabalho.
      Acho que a phêmea boa está querendo, talvez por nece$$idade$ de ainda maes con$umo, ser oitra vez reconvocada pela revistinha de phêmeas boas submissas e desnudas da editora do magazine educathivo do Boimate.

  13. Caro Prof. Hari, colegas,

    Devemos fazer manifestações de apoio antes que o povo faça revoluções.

    Ah não, esqueçam! Revolução de coxinhas só acontece se faltar todinho. Como falta é água, o alquimista não corre nenhum perigo.

    Ironia off: Como vai ser usado o dinheiro arrecadado a mais com a “Tarifa de contingência”?

    1. Comphrada Dura Lex Patricia Lex

      E a senhoura tem alguma dúvida ?? Esse santo dinheirinho sera destinado ao pagamento de dividendos extras aos pobres acionistas Da Sequesp…
      Ora !!!
      Que São Geraldo do Agreste Paulista não nos deixe sós !!!
      Alvíssaras..

  14. Companheiros em Sao Serapião.

    Desculpem o off topic, mas não poderia deixar de chama-los a comemoração pelo nome de nosso querido “Eduardo Cunha” para presidência da Câmara ter sido lembrado. Eu cito ele, ao expressar um medo que todos nós, cidadãos de bem, temos: “Estamos sob ataque dos gays, abortistas e maconheiros”. Incrivel como no ano de 2015 ainda escutemos este tipo de coisa… quando tal ameaça já deveria ter sido a muito dominada. Ainda bem que ele será presidente da camara…

    São Serapião nos proteja a todos.

    Segue interessante artigo:

    http://www.cartacapital.com.br/politica/cunha-e-a-cruzada-contra-201cgays-abortistas-e-maconheiros201d-8508.html

    1. Bom dia.

      Carissimi del Caphopho dos Hariováldicos:

      Laninha Marinho Scarpa -- Senhora Marinho Scarpa (2 de fevereiro de 2015 at 10:50):

      … “Estamos sob ataque dos gays, abortistas e maconheiros”…

      Cara Senhora Marinho Scarpa, vulgo Laninha. A mim não causa (onde anda nosso amigo Causa) espécie a fala deste desmiolad., digo, grande deputado. Causa até apreensão é a “antalogia” que permitiu se chegar neste [des]nível. Haja falta de tirocínio político mínimo; alguém precisa informar a alguém, no Planalto, que o Brasil não é para amadores. Ou se governa ou se o é.

      Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros? Temos Ministro da Justiça, mesmo sem a própria?“,
      Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

      1. Amigo Morvan,

        Eu perdoei a Katia Abreu, eu tentei entender o Levy, mas o eduardo Cunha na presidência da câmara fez meu estômago embrulhar e meu apêndice declarar independência… Eu ainda achava que no último momento ele não levava…

          1. Caríssimas Laninha e Vivi. O Vi Cunha é um camelídio andino que habita o Perú, portanto, acostumado com as partes pudendas. Creio que nasce daí sua aversão à trilogia gay-maconheiro-aborteiro, que é um indivíduo quase impossível de se encontrar pela própria antagonia da situação. A não ser que seja um pai-de-santo desmunhecante, que usa canabis no charuto e pratica métodos pouco ortodoxos de prevenção da parição. “Alea jacta est”, como diria o caesariano.

        1. Boa noite.

          Laninha (2 de fevereiro de 2015 at 20:40):

          “… Eu perdoei a Katia Abreu, eu tentei entender o Levy, mas o eduardo Cunha na presidência da câmara fez meu estômago embrulhar e meu apêndice declarar independência… Eu ainda achava que no último momento ele não levava…

          Amicíssima Laninha. A Kátia Ah, Breu e o Levy não têm explicação racional. São antagônicos a qualquer processo que respeite a pessoa humana. Agora, o Cunha, bom. A colheita é obrigatória. Quem se lembra da eleição de Severino sabe que a direita não tem projeto (e nem a “esquerda governabilista”) para o país, e sim contra. Se o homem é um ser condenado a ser livre, também o é a lutar, como um Sísifo tem a sua pedra. O país inclusivo é a nossa montanha. Fico feliz com seu estômago revirado, pois, sem revolta, não desceríamos das árvores. À luta.

          Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros?“,
          Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

          1. Bom dia revoltoso Morvan.
            Andam a falar muito do Sfhincter, Ora, por que não se calam? Ou então por que não vão enfiar a cunha onde há espaço para enfiar ? Em sãns consciência vocês convocariam Mercadonte para alguma batalha? Meu Sphincter, com certeza, negaria ele de banda….

        1. Cara senhoura,

          Este bravo senhor, zelador de ânus masculino, permitiu-me huma das melhores noptícias depoes dos juros a 200%!! É certeza que o “é dando que se recebe” não vae terminar em perversão. Banho quente todo dia e, no maes, o dinheiro não é só da búlgara!!

        2. Bom dia.

          Laninha (2 de fevereiro de 2015 at 16:49):

          Vi essa foto, amigo 57. E é provavel que, graças a ela, eu nao durma hoje…

          Querida Laninha.
          [Ironia_Desligada]
          Desculpe a intromissão. Eu não dormi por um motivo bem prosaico: pernilongos, vulgo muriçocas, aqui. Se ligo o condicionador ou mesmo o ventilador, tenho crise de rinite. Mas por causa destes &%$#Hi da pó-lítica, não. Eles, os fisiológicos, nem os lassos, que deixam que este pessoal sem qualquer caráter impere, têm o direito de tirar o nosso sono (já nos tiraram tantas coisas, não é mesmo?). O que pudermos fazer por nós, com relação a qualidade de vida, façamos. Os que verdadeiramente necessitam de nós precisam do nosso bem-estar. Pense nisso, amicíssima. E durma bem.
          [/Ironia_Desligada]

          Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros? Temos Ministro da Justiça, mesmo sem a própria?“,
          Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

            1. Boa noite.

              Madame Li (3 de fevereiro de 2015 at 21:01):

              Apoiado, caro conterrâneo. A vida é que nem uma peneira. Muita coisa entra nela, por outro lado só passa o suprassumo.

              Isso mesmo, cara Madame Li. Uma coisa é a gente entristecer. Outra é se deixar ser afetado por causa das políticas de conchavo destes lassos do PT. E eu que falei que o terceiro turno só estava começando. Queria ver um Gilmau, um Moroso da vida, “frescar” (essa a Vivi vai adorar. Frescar no sentido e tirar onda, só aqui no Ceará) coma Cristina Kirchner. Vão não. Macaco velho não mete mão em cumbuca.

              Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros?“,
              Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

    2. Prezada Senhôora

      Alvíssaras tanctas essas que espalhaes. Poes não é que já no ouctono de 2014, esthando ainda indephinidos os rumos das eleições geraes, com grave rysco de comunysctas açambarcarem o poder por vias transversas, caminhava a passos lentos por uma horrível passarella de cor vermelha , observando athentamencte a paysagem de misérya ao meu redor, já havia mosctras inechivocas da extenção de tal jaez . Tambem recebi pela Posta Restancte um thelecgramma atraves do qual a grande mayoria de homens bons existenctes no Sennado e da Câmara dos Depuctados pediam ao ora ungido que concorresse ao cargo para o bem de toda a socyedadde. Minhas expectativas daquel’ora se concreptizaram e nesta dacta tão phestiva só nos resta agradecer encarecydamencte pelo resulctado que somencte vae dar maior respaldo às aspirações de tocdos os homens bem inthencyonados dezte paiz.

      1. Pois, claro, prezado Sr D´Amyddiah…

        Mas naquela época eram apenas sonhos e devaneios.. Nunca, nem nos meus mais loucos sonhos, eu imaginei que tal fiscal do esfincter alheio conseguisse o máximo posto da Casa do Povo…

        1. Queridíssima Laninha

          Creio que mais dos que nunca, agora serão necessário cada vez mais fiscais dos esfincteres alheios. Fiquei sabendo algures que comemoradas que foram com sonoras ovações de homens bons, saltam aos olhos marejados de emocionadas lágrimas democráticas as conquistas de liberação de recursos municipais para a aquisição de esfíncteres artificiais a fim de serem implantados em pacientes da rede pública. Ocorre que devido ao custo bastante elevado da imprescindível prótese, o Serviço Único de Saúde de Banânia, destruído ao extremo, abandonado, mal gerido pelo Governo Federal -- ora espuriamente ocupando a cadeira de direito pertencente ao bom homem de branco e Grão Mestre da Secular Antiga e Mística Cheirosa Ordem dos Cavaleiro das Alterosas -- não cobre esse tipo de procedimento cirúrgico-anátomo-esteto-funcional. Após intensas articulações levadas a termo por preclaros homens bons de branco – usando máscaras, diga-se a bem da verdade, mas não bandidos -- de diversos estados, todos ligados à secretarias municipais de saúde dos locais sempre interessados em difundir o Bem Comum, apareceram os comunistas dizendo serem coincidentemente todas as urbes cosmopolitas consideradas governados por quadros da única sigla, incorruptível e insondável agremiação em todos seus mistérios per secullum secullorum. Mera coincidência, se não melódica, catódica e iônica. Por que é a voz corrente e sabida que o homem do povo não pode ficar sem esfíncter pois senão perderá o medo e permitir-se-á pensar em ideias absurdas de democracia e igualdade.
          Jamais, senhores, apenas um só desses lídimos representantes dos mais puros dos hominídeos pós darwinianos-lamarco-mendelista passaria por situação vexatória da qual precisasse prestar contas por eventual compra de produtos médicos sem nenhuma licitação previa. Garantem os homens de brancos bons que nenhum paciente ficará sem esfíncter nem mais um dia sequer. Esfíncteres para todos já, é o grito da ralé animada com a ideia de gerirem o próprio.
          É certo que as compras baseiam-se em ações estritamente legais, considerando a necessidade urgente da aquisição de equipamentos destinados a atender as necessidades imediatas dos hospitais geridos por redes municipais, tudo isso levando à inexigência de procedimento licitatório.

          É mais que certo que sempre as empresas contratadas apresentam propostas mais vantajosas para a administração, com os módicos e acessíveis preços dos equipamentos atualizados estritamente dentro do valor de mercado, não incidindo sobrepreço, não caracterizando superfaturamento dos mesmos. Fato de somenos que empresas contratadas são todas distribuidoras do mesmo fabricante. Pois saibam senhores, caros pares, caras paras. Jamais haverá um esfíncter superfaturado neste pais enquanto existirem esses lídimos fiscais desinteressados por lauréis e apenas interessados no próprio, ou seja, no esfíncter alheio.
          Nenhum brasileiro sem esfíncter, esfíncteres para todos. Tão boa é a ideia, tão louvável a iniciativa que logo logo, a búlgara ira apropriar-se dela e cria o bolsa esfíncter, com recurso do nosso sofrido povo. Mais e mais, com o crescimento do programa, cada um dos beneficiados poderá ele mesmo adquirir diretamente a peça e sair da cirúrgica sorridente com o esfíncter na mão. Pois é. O esfíncter municipal abre-se de forma generosa e mais não digo, ora dispensando a indefectível, ininteligível e intragável locução que às vezes -- raramente mesmo -- chaveia textos desde modesto e bom autor. Quem contrair o esfíncter verá. (*)

          (*) Escrito originalmente no dialeto castiço de Banânia e em traduzido pelo Google Tradutor. Para ver o original, clique aqui

    3. Senhoras
      Solidária em vossos receios. Permitam-me declarar a desilusão portudoistoqueaiesta e que nos enche de temor pela derrocada da nossa esperança. Semeamos sonhos, lutamos o bom combate, perdemos supostos amigos, tememos por nossa sanidade, vislumbramos o futuro dos nossos ideais e acordamos, no dia de NS da Luz, no escuro do retrocesso. Observar a celebração dos abutres nos tira do sério e nos revela quão tão pouco sérios são os homens públicos desta nossa pobre pátria.

  15. Enxugado Mestre,

    O racionamento e a seca implantados pelos bolcheviques, que subornaram São Pedro com ouro de Moscou visam eliminar o Xuxu por meio de desidratação.
    Afinal, um Xuxu seco, desidratado enxuto se torna o quê? Um nada, um Alquimih qualquer.

  16. LAVADO E ENXAGUÁDO NA ÁGUA SANTA DO SENHOR, MESTRE PROFESSOR HARI PRADO
    Abaixo o registro de um santo pastor da Igreja Mundial fazendo um sacrifício para que as preces de D. Geraldo sejam ouvidas. Procurei o vídeo do próprio líder da igreja, o Valdemiro, subindo o morro com o garrafão mas não encontrei. Mas uma coisa é certa: não tá fácil prá ninguém. Tá na cara que o líder determina aos seus pastores fazerem isso para depois “vender” essa água benta a 100 reais a garrafa. Bem, se D. Geraldo pode ter lucro com a Sabesp porque Valdemiro também não pode?
    https://www.youtube.com/watch?v=VNE_6GZqGFY

      1. Aliás é uma óptima sugestão para brincar a quadra momesca que vocês atravessam. (Digo vocês porque nós estamos sob o reinado de momo 365 dias)

  17. Nespte gloryoso Estacdo de São Paulo conchretyzam-se os vathicyneos de anthanho divullgados subrepcyamencte em mensagens dos arauctos do communysmo atheu dispharçado em inopcenthes marchinhas.

    A phonte secou, entre nós a água acabou………………..

    http://youtu.be/bQ2ZSthL-OI

  18. Em Banânia, são vinte e uma horas e cinquenta e dois minutos. Não perca a hora do seu gole semanal da sua Perrier mque está escerdeando na garrafinha. Neste horário, a PQPK-60 -- DU-06, Rádio Seis Defuntos Unidos, As Vozes do Além , através de seu DJ, MC Esquelletão passa a tocar as músicas oferecidas pelos radio ouvintes.

    A próxima, a população da cidade de ~sao paulo e demais locais banhados pelas profusas águas do sistema Cantareira oferece ao distinto mentor governamental. Vamos à ela:

    http://youtu.be/t0CtoZD5e2s

  19. O maior problema da falta d’água são os odores fétidos que exalam das axilas e regiões pudentas dos convivas.
    Mas, pensando nos dissabores que esperam os confrades paulistanos, um santo homem de França trabalhou com galhardia no intuíto de amenizar co onvívio sociológico nos ambientes elitizados, já que a corja, com água ou sem água, fede a gato podre.

    http://extra.globo.com/noticias/bizarro/inventor-frances-cria-pilulas-que-deixam-cheiro-das-flatulencias-mais-agradavel-15157395.html

    1. Bom dia.

      Sílvio Caldas (3 de fevereiro de 2015 at 7:45):

      O maior problema da falta d’água são os odores fétidos que exalam das axilas e regiões pudentas dos convivas.
      Mas, pensando nos dissabores que esperam os confrades paulistanos, um santo homem de França trabalhou com galhardia no intuíto de amenizar co onvívio sociológico nos ambientes elitizados, já que a corja, com água ou sem água, fede a gato podre…

      Caro Sílvio Caldas. Antes de ler tão edificante notícia, pensei se tratar de legislar em causa própria. Ao final, tive certeza. Ele descreve fotograficamente o jantar regado (sem conexão com o assunto, por favor) a muitos pró-flatulentes. Quando o inventor diz:

      … Quando comíamos vegetais percebíamos que o cheiro era mais agradável do quando comíamos carne…

      Declaração de ‘jênio’. Pela ‘pesquisa em campo’ ele descobriu a origem dos ooóh, dores.

      Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros? Temos Ministro da Justiça, mesmo sem a própria?“,
      Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

  20. PÉROLAS DA GLORIOSA IMPRENSA IGNORANTE (GI²)- 2º CAPÍTULO

    O maravilhoso Portal G1 reinventando-se a cada dia:
    “Sem água, volume de cachoeira em Botucatu fica quatro vezes menor”

    Eu gostaria do fundo d’alma que o glorioso jornalista mesplikasse, dentro dos números reais, como algo pode diminuir mais de UMA vez sem ficar zero.

    http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2014/10/sem-agua-volume-de-cachoeira-em-botucatu-fica-quatro-vezes-menor.html

  21. Bom dia.

    Carissimi de benz do Caphopho dos hariovaldianos:

    Nosso líder Opus Dei (ele!), Aidimin, o Dada, sabedor de quão sofrida é esta categoria dos que cuidam da hidratação dos paulistas, acaba de Assinar Decreto Que Reduz o ICMS Sobre A Água Mineral. Parafraseando um certo ítalo, até o mundo mineral sabe da importância que o Aidmin Dada empresta (e não pede devolução) a esta laboriosa categoria empresarial. Quem vem aos seus não degenera, mesmo já o sendo, não é mesmo?

    Saudações bolivarianas; {♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥}; “E No Paraná, Ainda Há Juízes, Ou Só Moros? Temos Ministro da Justiça, mesmo sem a própria?“,
    Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

    1. Preclaro Morvan, indigitado mestre digital de todos nós

      Ainda ben que espte nosso bonyssimo dirigencte espta tomando providenceas para amaynar a propallada cryse que só excisthe nas mencthes perversas dos communyscthas, Por que nesta nossa terra abencçoada, tudo aumencta quando a búlgara invencta. É assim poes que comecçou a estacção dos aumenctos em Banânia. Coinccidência ou não, até o vallor das acções da Petrobraxx aumenctou. Dizem que foi uma alcta em resposcta à expectactiva do mercado à maes uma vez propallada sayda da presidencte. Não senhores! Não é o impechement tão esperado por todos os homens e mulheres decenptes descte paiz. Para imphellicidade geral da bonyssima nacção bananiense, a búlgara conctinua firme na cadeira usurpacda. Comencta-se à sorrelpha que já se movimencta para sacar a outra presidencta, aquella da Petrobraxx, lógico. Qualquer rellacção com depoimenctos a serem presctados nescta semana por Envenanina Calores de Menopausa terá sido mera coincidência. Enquancto a búlgara procura subsctitucto para Garcça Pernalcta as acções subiram maes de 14%. Imaginem só quancto não vão subir se for conphirmada a subsctictuicção?
      No epheicto cascacta a concta de luz pode ter aumencto de até exctra de até 20%; alcta maior é no Sudescte demonstrando a clara perseguicção aos eleictores que sabiamencte votaram no homem bom, dignyssimo Cavaleiro das Alterosas. A alcta da energia foi allavancada pela alcta dos juros de empréstimos bancários tomados pelas operadoras dos sistemas. Pior é que eleictores que não votaram para a volcta do comunismo acteu talvez tenham que amargar com acté 40% de reajuscte na taripha , isso no interior de SP, onde quase 80% da popullacção cactólica e de bons costumes vae ser severamencte penalizada a bel prazer dos desmandos de uma administracção volctada apenas para espalhar manctas vermelhas nas vidracças azuis e amarellas, singellas mas tão bellas.
      A única boa nocticia comemorada por D. Geraldim I, O Enxucto foi que o sistema Cantareira também subiu. Espanctosa marca de 0,1% acima do nyvel do dia anterior. Resposta aos esphorcços do nosso diligencte governo. Sem citacção final por não lembrar de nenhumma que calhe. Quem fizer uma graça verá

      1. Caros
        Mas não é só, há agoas, por decreto, na sespta básica. Agora toda sespta básica terá hum garrafão de 10 ou 20 litros. É maes do que o suphiciente para a phamília cozinhar, lavar, tomar banhos e para a higiene. Douptor Geraldo taobem pensa nos pobres. Resolvido espte problema vae valer a lei dos livres mercados, preços de equilíbrio entre opherta e procura. Doutor Geraldo taobem pensa nos pobres accionistas que não podem viver sem dividendos da sabespê.

        1. Sim, companheiro de armas Lalado, houve festa pelos dividendos. E, naquela oportunidade, ficamos sabendo também por quem os sinos dobram….

          “No fim do pregão, aconteceu o tradicional “closing bell”, a cerimônia de encerramento das atividades da NYSE, em que Arce tocou o sino, o que simbolizou o encerramento das operações do dia”

          http://p2.trrsf.com/image/fget/cf/940/0/economia.terra.com.mx/imgauto/sabesp_day_vagner-619.jpg

          1. Parem já com espta palhaccçada! As únicas ágoas que a choldra consome são as ágoes que passaralhos não bebem, cousas como cincoenta e uns (me desculpe sr 57, agora falido), e velhos barrentos, é ágoas da Sabespx!

    2. Caríssimo Usuhário Morvan! Humpf! Excelenpte e oportuna iniciativa de Geraaaaallldo! desta águôa, sabemos nós, não phalta nunca.

    1. Tão elegante que mereceria ter suas phartas melenas tingidas de loiro platinum e usar lentes de contactos azues.
      Praticamente é um escandinavo, ou no mínimo um sire anglo-saxão.
      Isso é para quem pode, como Dom Geraldo, não para quem quer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *