Brazil será obrigado a desistir da Copa

Caros senhores cavaleiros da Ordem dos Templários de San Francisco, o Franco,

Aconteceu o inevitável, conforme nossa séria, patrióctica e democrática imprensa,  com sua boa vontade tradiccional, cansou de avisar e advertir, devido a inação e ao populismo dos comunistas ateus que hoje infectam a nação, a copa do mundo de 2014 será cancelada nos Estados Unidos do Brazil, uma vez que os estádios não ficaram prontos por total incúria e incompetência desse desgoverno-que-aí-está, que coloca os interesses da cumpanherada e a compra de votos via programas de esmolas, à frente dos sanctos cânones do Deus-Mercado, o único verdadeiro, e dos interesses dos bons homens de bens e benz e rendas.

https://lh3.googleusercontent.com/-wCMQd05QZSs/UX_GIXG6ORI/AAAAAAAALgE/jGAo-pS4_Uo/s800/capa380.jpg

Estádios não ficaram prontos e Maracanã será inaugurado somente em 2038 nos informou o bom semanário baseado em dados matemáticos de extrema rigidez e seriedade

  Com o castigo chegando a cavalo, nenhum dos estádios ficou pronto, alguns nem chegaram a sair do papel, e os aeroportos – essas rodoviárias hor-ro-ro-sas, que chamam de aeroportos internacionais – continuam a nos fazer passar vergonha ante o primeiro e superior mundo dos bons homens de tez alva e olhos azues.

Em julho de 2010, outro patrióctico e sério órgão de nossa livre, séria e democrática imprensa pontificou:

 Entre atrasos e irregularidades em obras, situação das cidades-sedes para Copa 2014 é preocupante

“Em São Paulo, a maior cidade do país, não se sabe nem se haverá abertura ou jogo do Mundial. No Rio, as obras no Maracanã ainda estão no início da licitação, enquanto o aeroporto Antonio Carlos Jobim/ Galeão não tem condições de receber o grande fluxo de passageiros previsto e receberá apenas uma maquiagem”

 Como já foi previsto neste sítio sagrado, a copa deverá ser emergencialmente transferida pela FIFA para Honduras, país agora dotado de moderna infra-estrutura de aeroportos, estádios, comunicações, transportes, etc., tudo feito desde que os populistas bolivarianos de Zelaya apoiados pelo Coisa Ruim da Terra de Vera Cruz, foram afastados pela sempre bela e benvinda influência e articulação do north em defesa do Deus Mercado, o único verdadeiro, que castigará com fogo eterno os infiéis e hereges comunistas.

http://www.portal2014.org.br/inc/imagem.ashx?img=659/maracana_-_fotos_aereas-952013-164850-4.jpg&w=643&h=473&secao=GaleriaFotos&t=wbased

Maracanã, Arena Pernambuco, Mané Garrincha, Arena Corínthians, pouco mais de 1 ano antes da Copa está claro que nada foi feito e não há condições mínimas de realizar o certame

Fonte Nova e Mineirão nos fariam passar vergonha, o que pensariam de nós os do North, americanos e os europeos?!??

Sabíamos que tudo isso ocorreria, patrióticas reportagens e mais reportagens da imprensa séria nos informaram,  mas os homens de bens se calaram, se omitiram, e deixaram tudo nas mãos incompetentes de estatistas ateus refratários aos manuais da economia de mercado, nossa bíblia infalível, agora é tarde, não adianta chorar sobre o leite derramadado.

Que a vergonha nos sirva de lição!

Vamos pelo menos eleger Dom José ou Ecim em MMXIV e cancelar logo a Olimpíada antes que mais vergonha caia sobre nós!

Alvíssaras por dias melhores!

Facebook Comments
Compartilhar

38 comentários sobre “Brazil será obrigado a desistir da Copa

  1. Senhor de todos os Egyptos, Confrades,
    Eu já sabia! Não vai dar certo! Que bom!
    E trago em primeira mão para este sancto sitio, relicário da omnisapiência, que soube por fontes fidedignas, tanto quanto às do bom semanário, que nos calabouços bolcheviques, está sendo desenvolvida uma espécie de grama vermelha.
    Isso, grama v-e-r-m-e-l-h-a.
    Vejam a que ponto chega o desespero desse (des)governo que aí está, para fazer sua propaganda golpista.
    Peor, como os estádios estarão em obras durante a Copa, imaginem o campo sendo invadido por um pedreiro, abordando um jogador europeu, dizendo a ele: estive lá, e tá feia a situação, heim!
    Apre!

    1. Como se não bastasse um dos estádios se chamar Mané Garrincha e ter cadeiras vermelhas! E ainda queriam vender acarajés! Disgusting!
      O que pensariam de nós???

  2. Colega de sofrimento da Síndrome de Lazarus, Ramsés II: o quem mais podemos dizer a não ser : “Vergonha de ser brasileiro” (cabeçalho) e “se hoje está assim, imaginem na copa” (rodapé).

      1. Assim não póde, assim não dá.
        Cliquei no link e não consegui ler a reportagem pois já atingi o limite de 20 reportagens por mês. Depois de 20 só assinando.
        Ora…onde já se viu?
        Só de raiva, não vou assinar este grande periódico.

        1. Nobilíssimo cantante,
          Usei os meus créditos <20.
          Em summa, uma boa senhoura do North recebeu bollas quicando para fallar do proteccionismo do (des)governo privillegiando empresas locaes em licictações. Isso não está de accordo com as leys do livre mercado, agora tãobém do livre commércio internaccional. Com esse acincte, colloca-se em risco investimentos externos p’ella baixa taxa de retorno. E tãobém cita que as obras perdem em quallidade, se realizadas por empresas sem pedigree.

      2. É muita cara de pau a fêmea bovinae da decadente nação do north dar pitacos sobre um possível protecionismo brasileiro. Que vá falar sobre os subsídios dados aos agricultores ianques para que seus produtos sejam competitivos no mercado externo.

  3. G. pharaóh de todos os egiptos,
    estás reclamando dos estádios?
    espere até ver os “perna de pau” que vamos mandar a campo com o uniforme da selecinha!
    essa copa o brazil só ganha se for no tapetão do sttf (supremo tribunal de trapalhadas futebolísticas.

  4. Mestre do olho de lince,

    Se você ler a Veja e acreditar em quaisquer critérios, matemáticos ou físicos, tende a usar cascos e relinchar.

  5. Francamente, causa-me espécie!
    Estou estarrecida com o andar das cousas. Mas, ainda bem que ainda há esperança nesta terra amaldiçoada -- a grande Rede Globolus, baluarte dos homens de benz, ensainará a patuleia a se comportar diante dos educados europeus que aqui chegarão em 2014:

    http://chic.ig.com.br/boa-vida/noticia/gloria-ensina-a-etiqueta-de-como-torcer-na-copa-do-mundo-no-em-fantastico-em-com-consultor-de-empregos-max-gehringer/relacionadas

    Alô Chics! Tenho viajado loucamente nas últimas semanas por conta das gravações de um quadro do Fantástico que começa no domingo (12.05). Trata-se de uma série chamada Vamos Fazer Bonito, que está me dando arrepios de alegria e de medo –na mesma medida! A ideia é ir ver se o Brasil -ou seja, nós- estamos preparados para receber os milhares de turistas que vão chegar ao país, a nosso convite, para a Copa das Confederações (junho de 2013), Jornada Mundial da Juventude (julho de 2013) e depois Copa do Mundo (2014) e Olimpíadas (2016).

    Para conferir, acompanhamos a chegada de seis turistas estrangeiros nas cidades que vão sediar o primeiro destes grandes eventos, a Copa das Confederações, para ver como foram recebidos nos aeroportos, nos hotéis, nos taxis, nas ruas. Teve de tudo: coisas de matar a gente de vergonha e outras que só nos deixam ótimos na foto. A ideia principal é mostrar o que está sendo feito de bom e mostrar as iniciativas, das empresas ou particulares, para ajudar a vida dos turistas e dar uma boa impressão do país. O mundo está e olho em nós e é uma boa hora para mostrar que somos capazes e civilizados.

    Vejam o programa e colaborem: Se você tiver uma boa ideia ou já estiver fazendo alguma coisa neste sentido, mande um e-mail que a gente mostra e divulga. Ainda dá tempo de fazer bonito.
    Beijos,

    Ainda há esperança! Mas em todo caso, eu e minhas filhotas Maria Eudóxia e Maria Augusta, passaremos o período da Copa em Paris, as usual…

    1. Caríssima confrada, concordo inteiramente, e a Redisbobus nos presta grande serviço, tentando educar essa patuléia malcriada. Aqui, nas horrorosas praias do Nordeste, vêm muitos turistas civilizados do North, tão chocados ficam com a falta de civilidade dos nativos que estão se mudando aos montes, tentando civilizar esses selvagens. Tenho já vários deles entre meus vizinhos…

  6. Confrades e confreiras, lamento contrariá-los. Agora vai dar certo. Convocaram 13 jogadores do Galo. O Glorioso Clube Atlético Mineiro. Galôooo.

  7. Ludopedístico Pharao,

    as fotos estampadas em vosso magnífico post são retratos de maquetes.

    Nem um desses “estádios” sequer teve suas obras iniciadas. Tal o pré-sal e a transposição, os “estádios” são mentiras e falsificações da Posta Sem Luz !

    Olé !

    1. Sim caro SáeBenê, tudo maquete, tudo maquiado por petralhas, obra de verdade, inauguração real, foi aquela noticiada há exatos 48 meses pelo grande e ético órgão informativo dos irmãos de muitos bens e rendas platinadas; o jornal acompanhou a construção da grande e maravilhosa obra dia a dia, até a inauguração (foi quando?) verificando se cronograma físico e financeiro estava estritamente de acordo com o planejado:


      Obra pronta como planejada em 30 meses foi inaugurada pelo mais preparado

    2. Maqueteiro de Pirâmides Ramsés, e demais confrades.

      É tudo maquete! Assim como falou tio reizinho das universidades do Lula que não sairam do papel.

      Engraçado que eu, passando pela Avenida dos Estados em Santo André me deparei com uma enorme construção (dizem que a arquitetura foi inspirada na Universidade de Coimbra- vou procurar na intenês prá ver) composta de uma edifício enorme acompanhado de um bloco só, com mais três enormes edifícios.

      No alto um letreiro: Universidade Federal do ABC ou UFABC! Putz!, pensei, contrataram aquele mágico David Coperfield que fez sumir o ônibus espacial, um elefante, o empire state. Só que a mágica não foi prá sumir, mas prá gente acreditar que lá tem uma Universidade!

      Mas o que é pior é que meu sobrinho (epa) estuda engenharia lá. Agora fiquei sem entender!

      Saudações!

      1. Prezados,

        Consultei a internês mas ví que a UFABC não tem nada a ver com a Universidade de Coimbra. Peço que vejam as fotos dessa universidade de papel na internet. Vocês vão ver que, usando modernas técnicas de projeção 3D, os petralhas estão enganando todo mundo que passa em Santo André a caminho de Mauá, que lá tem uma universidade.

  8. Redivivo Rammsés II,

    Pois é, a construção do Maracanã levou 2 anos, e isto em 1950, este mensaleiros-bolivarianos não conseguem prever quando vai terminar a reforma dos que já estão prontos! Tudo está atrasado, um vexame para nós brazileiros. Incompreensível, tendo opções realmente democraticas como Honduras e Paraguay, passarmos por esta vergonha, com que cara vamos a Miami?

    Devido à baixa qualidade do inglês, que não é nem considerado língua pátria, oferecido nas escolas públicas, não há como fazer uma licitação internacional para estas obras atrasadas!! Imaginem na copa, aqui um francês não vai tomar água!

    Como disse o brilhante coronel ustra, a redentora tentou de tudo para isto aqui não virar Cubão. Não adiantou, agora nem sei se o Marcos Felicitano nos salva.

  9. Esse comentário eu dedico especialmente aos devotos de São Serapião que têm horror ao trabalho.

    Agora a coisa vai. O político republicano Ray Canterbury, republicano da Virgínia Ocidental, descobriu a causa do insucesso da nossa pátria mãe:

    Do blog do Luis Nassif (http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/fora-de-pauta-1152#comments), comentário de Adir Tavares:

    Nos Estados Unidos as coisas melhoram.
    Devagarinho, abaixo das expectativas, mas melhoram.

    E poderiam melhor ainda mais sem um verdadeiro exército de parasitas que enfraquecem o País.

    Quem é este exercito? Simples: as crianças. Este conjunto de pequenos homens e mulheres que nada fazem em prol do bem comum e que limitam-se a sugar o fruto do trabalho dos outros; estes predadores com caras de anjinhos que desperdiçam a riqueza do Estado Federal.

    Mas os tempos mudam e finalmente há pessoas que falam: chegou a altura de acabar com estes vampiros em miniatura. Ray Canterbury é um republicano da Virgínia Ocidental que quer enfrentar e resolver o problema. Sem cerimónias, sem medo.

    Eu acho que seria uma boa ideia ter crianças quetrabalham para os seus almoços: lixo para ser retirado, corredores para ser varridos, relva para ser cortadas, fazê-los ganhar.Justo. Estes parasitas sentam-se e esperam: sabem que há sempre um coração de manteiga que entrará na escola com uma refeição quente. Uma família em cada duas ainda consegue juntar algo para comer com os Food Stamps, as almas pias sabem disso e as crianças desfrutam estas tristes condições para provocar um sentimento de piedade, ternura, doçura, tudo o que acabar em “-ura”.
    E comem, de graça.

    Mas os pequenos parasitas não tinham feitos as contas com Canterbury, que não baixa os braços perante estetruques sorrateiros:
    Se eles [os alunos] perderem um almoço ou uma refeição podem não aprender, naquela classe, naquela tarde, a adicionar, podem não perceber o esquema de uma frase, mas vão aprender uma liçãomais importante.Isso mesmo: adicionar é importante, até saber falar pode dar um certo jeito, mas há regras universais que devem ser introduzidas nas cabecinhas dos pequenos aproveitadores desde logo. Só assim podem ser recuperados e, quem sabe, até integrados na sociedade.

    E de todas as regras universais, há uma mais universal do que as outras e que corre grande perigo:
    Acho que o que estamos a fazer é prejudicar a ética do trabalho e ensinar aos alunos que não têm que trabalhar duro.É verdade, não há como dar a volta. Uma criança senta-se na cantina da escola e eis que milagrosamente aparece um prato de comida. Qual ideia passará no cerebrinho da criatura? A ideia de viver num mundo dourado, onde não é preciso trabalhar porque há sempre alguém que chega com um prato cheio.

    Pior: a criança aprende a manipular os adultos, a fazer-se pequena para comer sem trabalhar. Podemos facilmente imaginar o resto: mais tarde chega a adolescência, a droga, o heavy metal, os assaltos aos bancos, a prisão.

    A prisão? Claro: a criança aprendeu que aí também pode ter almoços grátis também, a criança não é parva.

    É um esquema que tem de ser quebrado com urgência; e tudo isto pode ser evitado se a criança aprender desde logo “a ética”, que para viver é preciso sofrer: só o trabalho (e “duro”, como bem realça Canterbury) dá direitos. Nada de trabalho? Nada de comida, não importa a idade, é o princípio que conta.

    There is no such thing as a free lunch, não existe tal coisa como um almoço grátis, observa Canterbury.
    Palavras sagradas dum homem que percebeu tudo.

    1. Boa tarde.

      Este sr. Canterburro, digo, Canterbury, precisa saber que, já no século XVIII, o trabalho infantil foi abolido. Era comum, antes deste evento, criança de dois (2) anos, perdendo a infânc., digo, aprendendo um ofício, nas minas de carvão na sempre moderna Inglaterra.
      Não se sabe se as crianças trabalhavam até desmaiar ou desmaiavam até ter que voltar a trabalhar. Histórico discurso de Lord Byron, pai de Ada Lovelace, na Câmara dos Comuns, pedia respeito aos infantes, e, por conseguinte, ao ser humano.
      Claro que a Inglaterra aboliu, com muita luta, o trabalho infantil.
      Vem agora, este incompetente querer por a culpa nas crianças. Foi o rentismo que f* os Estados Unidos e seus cães amestrados, os europeus. Não as crianças.

      Saudações “Com Lula coordenando a reeleição de Dilma, a direita tem duas opções: perder ou ser derrotada, de novo“,
      Morvan, Usuário Linux #433640. Seja legal. Seja livre. Use Linux.

  10. Uma vergonha, pouquíssimos jogadores dos Tricolores da selecinha. Felipão é comunista!

  11. time periquito vilipendia a Proba Imprensa Gloriosa (pig):

    A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público para, mais uma vez, desmentir reportagem publicada pelo portal UOL……………..
    Por último, a diretoria da Sociedade Esportiva Palmeiras gostaria de fazer um pedido ao seu apaixonado torcedor: desconfie do que lê em veículos que rasgaram todos os padrões de boa conduta da comunicação.

    não.
    não fui quem inventou isso.
    está aqui:
    http://www.palmeiras.com.br/noticias/2013/05/13/18h36-id9512-nota+de+esclarecimento.shtml#.UZJd-7WG1pB

    depois disso,
    #imaginenacopa!

  12. pharaóh,
    revistinha fuleira essa da photo.
    digo isso porque tem erro já na capa.
    no canto superior direito, onde se lê: piratas do caribe,
    o correto é: Privatas do Caribe!

  13. Nobre Faraó,

    Se ao menos a Copa fosse em Campos do Jordão, a Suíça dos trópicos, não passaríamos tanta vergonha.

    Eficientes foram vossos conterrâneos, que construíram estádios para a Copa de 2500 A.C., cujas arquibancadas (em forma de pirâmide) duram até hoje.

    Já não se fazem mais empreiteiros como no Egito Antigo.

  14. Irmãos em São Serapião.
    A saída, a meo ver seria terceirizar taes eventos. Fazer um pacote só de tudo e entregar -- através de secreta e bem intencionada licitação -- a boas e confiaveis mãos alvas do North ou Europa (Ocidental, claro). Em troca de tamanha benemerência e em sinal de extrema gratidão, ficariam os vencedores da licitação, com direitos supremos de exploração dos locaes terceirizados, incluindo ai, imóveis, mácchinas, vehículos, pessoas, animaes e autoridades que circulem em seu entorno, por um prazo de 90 anos. Que assim seja!

  15. DZIÉN DOBRY!
    Conspícuos ludopedistas em São Serapíão!
    Se for para inaugurar maquetes, chamem aquele que já tem experiência no assunto, é do ramo e conta com publicidade não oficial:

  16. Nobres confrades e desportivo Magister,

    Como todos sabem sou um amante do nobre esporte bretão -- o críquete, of course.

    Quanto a este espetáculo de selvageria, com esta gente suja correndo atrás de uma esfera de couro, e um monte de diferenciados malcheirosos gritando os nomes de suas agremiações, prefiro que não se faça aqui mesmo.

    O Consolo é que, apesar da vergonha das obras inacabadas, veremos este triste bananal governado, ainda que por algus dias, pelos nobres e impolutos senhores de alva tez da FIFA. Serão poucos e felizes dias em que o desgoverno comunista da búlgara fantochuda pouco ou nada mandará nesta terra esquecida.

  17. A copa não ser realizada no Brasil seria uma bela notícia. A grande soma de recursos financeiros e materiais gastos em um esforço acelerado de alguns anos, poderiam serem utilizados na solução doe problemas de infraestrutura de funcionamento da economia nacional. É uma pena que os melhores governos que o Brasil tem tido nos últimos anos, estejam sendo atropelados pela maior máfia que existe no mundo hoje, que é a ligada as atividades do futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *