Retrospectiva 2016 – Temos nosso país de volta

Em nome do jornalismo verdade, com análise crítica, isenta, temos lavrado longas narrativas para manter viva a memória do ano que se finda. Desta vez, os fatos falam por si. Seremos breves.

  • Fim do comunismo lulopetista.
    Em memorável sessão da Câmara dos Deputados, símbolo do alto nível de nossas instituições, com altruístas e exemplares representantes do povo, Dilma foi sentenciada e defenestrada, em nome da moral e da ética. É a revolução 2016. Ressurge novamente a democracia.
  • Brazil, primeiro paíz livre da corrupção.
    Com a retomada do poder pelos homens bons, 2016 inaugura nova fase da nação, um verdadeiro marco de probidade que ficará para os anais. Alçado ao poder um mandatário, antes de maes nada legítimo, e ainda confiável, corajoso e popular, formou um ministério de notáveis, escolhido a dedo. Abençoado por anônimos, da sociedade, da imprensa livre, do PGR, do MP, da PF, do STF, tribunais, e outras instituições aparelhadas pela máquina Bolchevique, somos exemplo de povo sábio que salvou a si mesmo. A corrupção tornou-se cousa do passado. Honestidade é o presente. Estamos livres da corrupção.

  • A modernização e o phucturo do paíz.
    Com modernas interpretacções e ajustes da Constictuição communista de 86, termina o desperdício d’erário, constictuído p’elos nossos suhados impostos, destinados à educação, à sahude e quetaes. Os hospitaes padrão PHIPHA, serão opherecidos p’elo mercado. A educação d’escola com partido esmorecer-se-á. As leys trabalhistas, ultrapassadas, bem como a previdência, dephicitárea, ganharão ares hodiernos. A poncte para o phucturo nos reserva abundâncya. A gentalha pode espernear, mas os homens bons sabem que serah óptimo para a sociedade, com benephíceos para váreas gerações.

  • A retomada d’economia e o fim da crise.
    Bastou sepultar o lulopetismo para que tivéssemos a retomada do espetáculo do crescimento. Com enorme prestígio internacional, o Brazil volta a ser prioridade nos investimentos internacionaes, principalmente na área de petróleo. O PIB volta a crescer, e trás de arrasto índices maes adeqüados d’emprego, o aumento do consumo e o enriquecimento de quem tem méritos. O risco paíz despenca, as reservas cambiais aumentam. A indústria, os serviços e o comércio vivem momentos de glória. A crise, depois de sofridos anos, terminou.

Emphim, luctamos para ter nosso paíz de volta. Temo-lo.

Alvíssaras!!!

E Feliz 1968!

Facebook Comments Box
Compartilhar

21 thoughts on “Retrospectiva 2016 – Temos nosso país de volta

    1. Uótemo ano 2017 para todos as ermanas e ermões em Serapión.
      Seguiremos todos por maes um ano, sob a orientação segura de tio Hari, em direção a 2038!

  1. Revighoradha Irmandade do Bem!
    Humph!, digo, chuiph, só de pensar que espte memorável e gloriozo ano de 2016 esptá se phindando, meu ôlho direito mareja. Vae deixar muitas saudades, sim, vae sim!
    Mas nada de se apoquentar, o ano que se aproxima promete lindas surpresas conforme os prognóspticos da bom e isento pig:
    Hum casal famoso irá se separar
    Hm políptico honesto irá partir despta para uma melhor
    Não vae ter copa
    Um grante time será campehão
    Mouro ganhará mais hum trophéu do marinho
    Se prender o apedhêuta, ganhará trophéu e apresentará o BBB
    Hum grande empresário será preso
    Anécio não será preso
    A recatada cuidadora salvará o paíz aparecendo nas capas de revistas
    Volta D. phernando

  2. Não deixem de acompanhar nossa excelente, democrática, educativa, séria e ética imprensa televisiva hoje, só assim você poderá saber que:

    -- A phesta da “virada” está com tudo pronto.

    -- Que cores usar, quantas ondas pular e oitras instrutivas teses cientíphicas para atrair “boas” energias e aphastar “más” energias.

    -- Que já é 2017 em Sidney ou na casa do Carvalho.

    -- É necessário assistir a “retrospectiva 2016”, com direito as maiores tragédias do ano, com destaque para a que atingiu um time de phootball, linchamentos, assassinatos e pharto material político manipulado, a “luta contra a corrupção” (kkkkkkkkkkkkkkkk), além fe saber que no inverno fez frio, no verão calor, choveu muito ou ocorreu seca, tudo acima da média da estação.

    -- Ouvir canções sobre um novo dia de um novo tempo cantada por phelizes “artistas”.

    -- Assistir programas da “virada”, com direito a berros de “feliz ano novo” de Phautões e Gaviões, os originaes ou os genéricos, canções(?) de sertanojos, axéses, co2 “ostentação” ou phanke karioka de anitações e quebra barracos, e ainda jogação de comphetes irrestrita, salvo para os lullopetralhas.

    Não Percam!

    E depoes phogos e maes shows sensacionaes!

  3. Mestre pitoniso,

    Mais uma vez o senhor acerta, acertando no mosquito. Temos nosso pais de volta, aos anos de 1950 com novas versões do Sete Dedos, Meneghetti e Homem do Saco, Como diria Sócrates, gente fina é outra coisa e o presidente Myshell Berlusconi e sua Cicciolina fazem dessa volta um sucesso. Feliz Ano Novo

  4. Dr. Aratinga Weddelii, prophessor Doutor D’Almeida Prado, torcida por hum Brazil 7x1, movimento votosimSIMSIIIMM por hum Brazil maes ethico e por maeor moralidade nas cousas públicas,

    Só o Doutor Aratinga Weddellii para descrever com concisão, precisão e justiça a saga dos homens bons para ter de volta hum Brazil roubado a eles por sucessivas eleipções viciadas.

    Sim viciadas pois que tinham por maioria pessoas que pensavam em si próprias, viciadas em educação, saúde e pouco se importavam com a nação, que aquilo não era possível pagar juros de 430% ao ano. Pessoas com claro desapreço a ethica e moral estampadas nas phaces de hum Dr Tancredo, de hum gigante da phé Dr Eduardo C’unha.

    Phelizmente haviam pessoas de carácter que sabiam o que era bom para eles. Phez-se a revolução e agora temos hum país, graça a Deus, de volta aos trilhos.

    É bem verdade que a economia ainda não deslanchou, mas questão de tempo, maes 20 anos e estaremos atolados até o pescoço, em investimentos.

    1. Mas não devemos nos descuidar, ainda há plantações de maconhas e os comunistas ainda querem direictos trabalhistas, phérias e 13º, cousas que vão contra productividade.

      Sempre que possível rezar muito e depositar aquele cheque de 100 mil n’aquela conta da “obra de Deos”, Deos.com bem entendido.

      1. No maes, hum pheliz ano novo para todos comphrades, com juros de 430% ao ano!!

        P.s. juros, de 430% ao ano por exemplo, spreads bancários de 70% são as únicas cousas que não alteram a implação, aposentados e salários são os maeores vilões ! Deveriam ter sido congelados por 20 anos taobém.

  5. Abençoado prophessor Doutor D’Almeida Prado, torcida 7x1, ethicos “vãoparáq’essa’ôrraê!”

    Desculpe Dr Aratinga Weddellii, mas o assunto é sério. Todos sabemos que o Dr Kojak, gedel da república dos padilhas, vae passar o ano novo cortando pé de maconhas, mas esta agressão às instituições, que phuncionam normalmente, não pode ser aceita, onde está Dra Solange que não toma providências
    https://www.youtube.com/watch?v=PYmYeBd3rEk

  6. Aproveitando essa excelente retrospectiva que nos mostra a quantas andamos, eu tomo a liberdade, caro Professor de alertar ao nobre Mestre e aos estimados leitores desse nosso canto de resistência, que o tal Blog “Comendas Quinquilharias” do comunista lulodimopetiosta Comendador Phyntias está com novo endereço. Fiquem alertas companheiros o cramulhão comendatício agora atende no endeço: http://comendas.blogspot.com.br/

    E por falar em retrospectiva: Feliz 2017 para todos mundo aqui.

  7. Amantíss@s ermans/ermões em Serapião,

    Diz a lenda, que o período pré-Vargas em Europa (chiquérrimo), conhecido como Pheudalismo (saudade!), teve hum ellemencto communista que contribuiu para a derribada d’harmonia social.
    Os Senhores Pheudaes, e os Sacerdotes gozavam (epa!), d’admiração divynal p’ela patuléia. Eis que, n’um rompante imphame, surge d’ação dos ractos (hummmm!) e pulgas, a peste negra. Dizimou (estranha conta), 2/3 da população d’então. O facto eh que, diante de taes assombros (xiiii!), os Senhores mantinham a calma dos servos aphirmando que, em se mantendo a phé, a ninguenzada estaria protegida p’elas divyndades. Nada lhes aphectaria.
    Não é que as pulgas e ractos, (communistas, óbvio), insurgiram e aphectaram ateh os deoses d’então!?
    Assy, a choldraboldra, que outrora batia panelas de barro pela manuctenção do estamento, passou a qüestionar: Como eh que phica?
    A resposta phoe phirme: pobraiada, sois os culpados; não rezaram com phé a nossa cartilha; para repor as perdas que tivemos, trabalhem maes, todos os dias e por maes tempo, aphinal, o successo da nobiliarchya eh o successo de todos.
    Não eh que o zé povinho phez cara pheia??!!
    Desta phorma, MT, o líder não decotactivo, jestor da poncte para o phucturo, precaver-se-á, com a phirmeza, para que, em se repetindo a hystória, não seja mera pharsa.

    Hum excelente anno para toda gente que constrói o amanhã.
    Cordiaes amplexos.

  8. Caro Professor Dr. Aratinga: Há muitos anos que as calendas de Janeiro não nos propiciavam tão bons augúrios.Desta vez nem precisei ficar dando pulinhos na ondinha porque nada dará errado para nós neste 2017. Nem precisava o Noblat se referir tão cordialmente ao “casal bonito” porque esse casal de dois (?) já tem moradia permanente em pelo menos 95% deste libertado povo. Isto porque o Dataprado ainda não se manifestou, mas certamente não estarei muito longe dos números corretos da futura pesquisa de aprovação do casal bonito.
    No mais, entrego a S. Serapião o cuidado deste par, principalmente o cabeça de casal tão elogiado na sua formosura pelo já referido escriba e reverenciado em todos os contatos, principalmente com a parte mais sofrida deste povo que somos nós, a classe média alta, que se viu alijada das escravas domésticas e já tinha alguns de nós que inclusive conheciam o caminho da cozinha.Que o bão santinho continue abençoando a todo o corpo governativo e à confortável maioria paralamentar amen

  9. A democracia ressurgiu depois de treze anos trevosos e sombrios nas mãos dos bolcheviques petralhas! Já raiou a liberdade nas taças de champagne dos homens de bens e benz que a esta hora estão felizes e satisfeitos por terem recebido carta branca para oprimir digo para tratar seus empregadinhos e a ralé como bem convir a eles. Nada de direitos trabalhistas, férias ou licença maternidade. Temer e os revolucionários promoveram a revolução de olho no futuro. Já estamos no meio de 2017 a mais de um ano da revolução. Finalmente a escravidão voltou digo finalmente os homens bons ficaram livres das amarras comunistas. E o governo Temer é um sucesso digno de fazer inveja ao Trump.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.