2021 um ano que deixará saudades

Alvíssaras nas alturas para São Serapião, damos graças pelo ano fértil e fecundo que passamos, sob as graças do grande soberano Bolsonaro que a nação conduz como grande timoneiro. Não podemos nos olvidar de agradecer as benesses recebidas e concebidas pela sagrada família para a melhoria pátria e torcer para que estas se completem com a ascensão do grande juiz mouro ao poder futuramente para que possamos celebrar ainda mais as dádivas conseguidas.

Ao retirar-nos para um breve período de recesso de final de ano, deixaremos vigilante a jovem Olga Petlyakov, egressa do monastério de São Petersburgo, de onde lutou contra o comunismo putínico e foi enviada para o Brasil para combater na frente anti-lula, mobilizando a juventude e engrossando as fileiras do Vem pra Rua e do MBL. Ela estagiará neste sítio até nosso retorno, ficando responsável pelos comentários posts, sempre vigilante para não deixar o bolchevismo florescer.

Mais que uma retrospectiva, precisamos neste momento de uma perspectiva, que nos mostre a todos o futuro brilhante de nos trouxe a ponte para o futuro inaugurada por Temer desde que apeamos a búlgara escarlate do poder, fazendo retornar para o seu devido lugar que é a fila dos ossinhos, a gentalha reles e inútil, alçada indevidamente à condição humana pelo PT.  Uma sucessão de glórias nos aguarda os dias vindouros, se seguirmos por este caminho, mostrando que a classe dominante brasileira é a mais avançada do mundo em todos os quesitos civilizatórios, se tornando modelo mundial.

Assim sendo, amados confrades, é hora de comemorarmos pois hoje a festa é minha, a festa é sua, é de quem vier para a Suíça, com exceção daquele comunista do Paulo Coelho.

Feliz 2016!

Facebook Comments Box
Compartilhar

7 thoughts on “2021 um ano que deixará saudades

  1. Pois então que o Mestra se retira temporariamente para o seu retiro helvético, longe do comuna PC para não se contaminar, rendamos homenagem å D. Olga saudando-a efusimente.
    Minha Senhora: só faltam cinco anos para o nosso excelente fuher se auto alijar do poder e isso já nos trás saudades e muitas preocupações. Não seria hora de mudarmos essa constituição daquele comuna Ulisses? Não seria hora de, venerando desde já o grande homem bom Deodoro, voltarmos com o Império? Até porque já temos (como dizia Camões) para a sucessão do Mito a “ínclita geração, altos infantes”. Não teremos nenhum problema aquando do merecido descanso do infatigável timoneiro que S. Serapião em boa hora nos prodigalisou.
    Tenho a certeza que o Lira vai encampar está luminosa ideia e a Pátria conta com os votos dos nobres parlamentares para implantarmos um respeitoso sistema que durará mil anos.

  2. Enquanto nosso supimpa timoneiro realiza incansáveis testes de jet-ski nas costas catarinenses, São Pedro nos envia a agua que os petralhas disseram que faltaria e por erro da nefanda estatal Correios e Telegraphos entregou tudo de uma vez para a Bahia de Todos os Santos e também do imortal Gilberto Passos Gil Moreira.
    Cantemos pois, regidos pela primeira dama, os singelos versos para saudação do novo ano que se aproxima :
    Camanducaia sarapathaia maracutaia rachadaia no cabelo só gumex, aleluia!!!

  3. Seria bom que o editor chefe do sítio desse o crédito da foto que ilustra esta matéria.

    Trata-se da porta dos fundos de um açougue numa cidade da região metropolitana de Caracas, Venezuela, chamada Cuiabá.

    Pode-se claramente perceber isso pelo cachorro que aparece neste daguerreotipo.

    Um leitor incauto poderia pensar que se trata do Reino do Brasil, mas isso pode ser logo descartado, pois que cachorro entraria numa fila de distribuição de ossos no Reino do Brasil, onde impera o Rei Boca de Privada, já que tudo que é privada se dá por obra e graça de Guedes, o Publicano.

    Passemos, então, à parábola deste nosso destemido cobrador de impostos:

    “Dois homens subiram ao Templo para rezar: um era fariseu, o outro cobrador de impostos. O fariseu, de pé, rezava assim em seu íntimo: ‘Oh Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens, ladrões, desonestos, adúlteros, como este cobrador de impostos. Eu jejuo duas vezes por semana, quando não tem osso, e dou o dízimo de toda a minha renda’. O cobrador de impostos, porém, ficou à distância, e nem se atrevia a levantar os olhos para o céu; mas batia no peito, dizendo: ‘Meu Deus, tem piedade de mim que sou pecador!’ Eu vos digo: este último voltou para casa justificado, o outro não. Pois quem se eleva será humilhado, e quem se humilha será elevado.’ Glória Guedes! Teu será todo o mérito desta divina obra!”

  4. Previsões para o anno de does mil e vingte e does

    Phui consultar huma vidente sobre o anno vindouro. Ella pegou-me pellas mãos e phalou:

    Hum… espte será hum anno gastronômico.

    Poes então vamos p’ras previsões: no prato principal teremos calamar em rodelas com xuxu, huma verdadeira iguaria de fructos do mar. No forno teremos marreco assado ao molho de desejos e esperanças globaes. No espeto e muyto bem tostado, carne de jumento e 4 veadinhos, ao molho de rachadinhas e lágrimas de bolsominions. Poes então, será hum anno de dar aqua na boca. Hum bom banquete a todos!

    http://receitasdorasia.blogspot.com/2012/02/lula-com-feijao-branco-e-legumes.html

  5. O anno da graça de 2021 será para sempre lembrado como o Anno Çedilha.
    Çerra 45 (também em 2038!) Aéçio, fegaçê, çejumoro, Miçhel Treme, Osmarina Çilva, bolçodoria, Çiro, Auçkimim, e demais FDP (Filhos da Pátria) se nomeiam com Çedilha.
    Aphinal são tudo a mesma ÇOPA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.