Bodas nababescas do molusco ofendem a nação

O pais assistiu horrorizado as nababescas bodas do molusco escarlate em meio a crise econômica que grassa a nação, em contraponto ao esforço hercúleo do atual mandatário brasileiro em trabalhar incessantemente pela remissão nacional, conforme podemos constatar na imprensa isenta e imparcial, o que deixa a todos abismados com a riqueza ostentada nesse casamento indevido.

Vejam só, senhores e senhoras, cujo senhores as autorizam a frequentar este modesto sítio, bebidas caríssimas foram servidas para os convidados bolcheviques, vinhos e espumantes, inadequados ao paladar da gentalha, mera ostentação ofensivas aos homens de bem do Brasil.

Além tudo, trata-se de um claro incentivo a insubmissão das classes interiores, uma vez que despreza as tradições do populacho do churrasco na laje, não respeitando, portanto seu lugar tenente. Se a gentalha ocupar os buffets e salões nobres para suas festas logo quererão voltar a ocupar os aeroportos e outros lugares privativos o que nós, os bons, não aceitaremos jamais.

 

Facebook Comments Box
Compartilhar

8 thoughts on “Bodas nababescas do molusco ofendem a nação

  1. Saudações a todos e todas. As notícias sobre meu desaparecimento foram um tanto quanto exageradas, mas cá estou eu de volta , após temporada na Europa para apreciar a Rapsódia Húngara, do grande compositor Lizt. País formidável aquele. Espero que o mestre HAP não fique chateado por não ter sido convidado para esta festa pobre que os comunistar armaram para nos convencer. Amém.

  2. É evidente que a pobraiada gosta de imitar as pessoas de bens. Caríssimo mestre Hari: devemos sim nos horrorizar com essa malta menor porque inadvertidamente vão ocupando e profanando os nossos espaços por estamentos avoengos conquistados para mourejarmos esta difícil existência. Creio que os de VERDE OLIVA vão acabar com essa farra e essa turminha vai voltar para a senzala de onde por inadevertencia nossa sairam e parece que gostaram do nosso ambiente. É coisa de mais dois ou três meses e agora com a ajuda do Elon Musk, o cabeludo.

  3. Reza a lenda que o pobre gringo veio ao Brasil pegar algum emprestado com o Lula, o maior milionário do mundo.
    Safo que é o barbudo disse que não podia atender porque estava ocupado casando.
    Não saiu de mãos abanando porém o pobre sujeito: Um puxa saco maluco pespegou-lhe uma medalha ao peito.
    Incontinenti contou umas piadas para um bando de jecas otários, entrou no seu aviãozinho e voltou ganindo para o local de onde veio.
    e.t. O gringo não foi convidado para o casório porque lá NÃO TINHA POBRE !

  4. Consta que a nubente acercou-se ao local tripulando uma vehículo movido à gasolina! Não bastando ser isto per se só uma afronta, vide o valor do litro deste carburante, ainda arriscando promover uma falta deste para as legítimas manifestações populares de nosso supremo füeher, duce e mandatário do reich e seus bons seguidores motociclistas nos mais diversos rincões desta grande nacção.

  5. Mestre Hari: vim eu neste Santo Sítio para fazer uma grave denúncia. Ora como alguns de nós já devam ter ouvido pelo vozeirio da criadagem que o outrora simpático jornal da Folha apregoou mas bancas mais solertes dos subúrbios pobres aqui do profundo nordeste, que o nove dedos está bem mas pesquisas eleitorais. Por Jeová, nós temos o Dataprado, não vamos acreditar em pasquins comunas, nós somos bem informados, nós vamos levar de lavada. À luta pela vitória meus confrafes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.